WEC: Toyota crava pole para as 24 Horas de Le Mans; time de André Negrão largará em terceiro
Foto: Thomas Fenetre DPPI

A Toyota garantiu a pole position para as 24 Horas de Le Mans, mais importante corrida de endurance do planeta e terceira etapa da temporada 2022 do WEC - Mundial de Endurance que será realizada neste fim de semana.

Na Hyperpole disputada nesta quinta-feira (9), o neozelandês Brendon Hartley marcou 3min24s408 nos instantes finais da sessão, garantindo a posição de honra para ele e seus companheiros: o suíço Sébastien Buemi e o japonês Ryo Hirakawa.

A segunda posição do grid de largada ficou com o outro carro da Toyota no WEC - Mundial de Endurance, pilotado pelo trio formado pelo japonês Kamui Kobayashi, o argentino José María López e o britânico Mike Conway, que ficaram 0s420 atrás do pole position.

Já a Alpine largará da terceira posição. O time, líder do Campeonato Mundial de Endurance e que conta com o brasileiro André Negrão e o francês Matthieu Vaxiviere, viu Nicolas Lapierre, também francês, marcar 3min24s850,  tempo que chegou a dar à Alpine a pole position provisória na Hyperpole realizada nesta quinta-feira (9) em La Sarthe, e que resultou em um lugar na segunda fila, ficando apenas 0s022 atrás do segundo Toyota.

“É uma boa posição de largada e mostra que estamos rápidos. Em uma corrida de 24 horas, a pole position é importante, mas não é determinante para a vitória, então partir da segunda fila é positivo. Teremos um dia inteiro para buscar estas duas posições e brigar pela vitória”, disse André Negrão, logo após o encerramento da fase final da classificação, que foi iniciada ainda na quarta-feira em Le Mans.

Os dois carros da Glickenhaus ficaram com a quarta e quinta colocação do grid, sendo que o carro do brasileiro Pipo Derani é que largará na posição número 5 do grid de largada da tradicional prova do automobilismo mundial. Ele tem como companheiros de equipe os franceses Olivier Pla e Romain Dumas.

Nas outras categorias, a WRT ficou com a pole position da LMP2 ao ver Robin Frijns marcar 3min28s394. O holandês tem como companheiros o alemão René Rast e o indonésio Sean Gelael. Nesta classe, Felipe Nasr partirá em nono com o protótipo da Penske, e Pietro Fittipaldi largará da 24ª posição com um equipamento preparado pela InterEuropol.

Na LMGTE-Pro, quem partirá da posição de honra é a Corvette, que viu o britânico Nick Tandy, que tem como parceiros o compatriota Alexander Sims e o americano Tommy Milner, marcar 3min49s985. Daniel Serra, que divide a pilotagem de uma Ferrari da AF Corse com o britânico James Calado e com o italiano Alessandro Pier Guidi, parte em sexto, após Calado classificar o carro. Felipe Fraga, que não participou da Hyperpole, parte em sétimo com uma Ferrari da Riley.

Pela LMGTE-Am, a AF Corse viu Vincent Abril garantir a pole position com o tempo de 3min52s594 com uma Ferrari. O francês tem como companheiros de pilotagem o italiano Louis Prette e o americano Conrad Grunewald. Esta é a única classe das quatro das 24 Horas de Le Mans que não conta com pilotos brasileiros no grid.

A edição de número 90 das 24 Horas de Le Mans será disputada neste sábado (11), a partir das 11 horas, e contará com três janelas de transmissão na ESPN: uma entre 11 horas e 14 horas de sábado, outra entre 21h30 e 0h do mesmo dia, e uma terceira, a partir das 8h de domingo até o final da corrida. A plataforma de streaming Star+ mostra a corrida na íntegra.

VAVEL Logo