Em dia de dobradinha da Ferrari, Leclerc lidera treinos livres em Zandvoort
Divulgação/F1

Charles Leclerc estava meio escondido, mas faltando 30 minutos ele superou o seu companheiro de Ferrari e tomou a volta mais rápida para ficar na frente dos treinos livres do Grande Prêmio dos Países Baixos de 2022. Na primeira atividade do dia, as Mercedes surpreenderam e se deram melhor que as rivais com George Russell na liderança seguido pelo seu parceiro Lewis Hamilton. Max Verstappen teve quebra no câmbio e abandonou. Enquanto no segundo treino, Carlos Sainz até liderou boa parte do treino, porém na única volta boa, Leclerc marcou 1'12"345 e fez o melhor tempo das duas sessões.

Verstappen quebra e Russell comanda o primeiro treino livre

Com o apoio de um mar de torcedores laranjas, Verstappen iniciou fazendo a melhor volta nos primeiros 10 minutos. No entanto por volta dos 15, o neerlandês parou logo depois da curva três, interrompendo a prova. As primeiras informações são de um problema na transmissão de sua Red Bull.

Após a bandeira verde, os pilotos voltaram para a pista e Sainz foi o primeiro a fazer a melhor volta, mantendo-se na liderança em boa parte da sessão. Foi assim até os 14 minutos finais quando George Russell surpreendeu a todos e cravou a volta mais rápida: 1'12"455, permanecendo até o término, seguido pelo heptacampeão Lewis Hamilton, 200 milésimos mais lento.

Leclerc garante dobradinha da Ferrari 

Como não realizou boa parte do primeiro treino, Verstappen já começou colocando ordem na casa e nos minutos iniciais fez o melhor tempo. No entanto por volta do minuto 15, Sainz tomou a liderança seguido por Charles Leclerc. Ainda assim, os três estavam separados por apenas 100 milésimos, uma amostra do equilíbrio.

O tempo foi passando e com os pneus mais novos o piloto espanhol aumentou a vantagem e disparou na ponta. Como ocorreu na sessão anterior, as Mercedes seguiam em ótima fase, Hamilton se dava melhor que o seu companheiro e conseguiu a terceira posição. Porém faltando 30 minutos, Charles que até então estava escondido no treino, encontrou uma volta voadora e bateu o seu parceiro.

A última meia hora foi reservada a testes com o tanque cheio e, diante disso, as posições se mantiveram. O único acontecimento mais marcante do resto da sessão foi um acidente com  Yuki Tsunoda. O nipônico saiu sozinho e parou na brita, acionando a bandeira vermelha. Após a liberação da pista tivemos poucos minutos para os pilotos melhorarem a volta e, portanto, Leclerc saiu com a liderança no TL2.

Sequência

Os pilotos irão descansar e a primeira atividade de amanhã será o TL3 a partir das 7 horas da manhã. Sendo esses os últimos ajustes para o treino classificatório que acontece logo depois, às 10 horas. No mesmo horário, mas no domingo (4), a corrida será realizada.

VAVEL Logo