Bruno Senna espera corrida difícil em Spa-Francorchamps pelo WEC

Brasileiro é líder da classe LMP2. Segunda etapa do Mundial de Endurance acontece no próximo sábado (07) no tradicional circuito belga

Bruno Senna espera corrida difícil em Spa-Francorchamps pelo WEC
(Foto: MF2)

Conservar a liderança da divisão LMP2 é a meta de Bruno Senna e seus companheiros nas 6 Horas de Spa-Francorchamps, segunda etapa do Campeonato Mundial de Endurance. A vitória no mês passado em Silverstone, na abertura do calendário em prova com a mesma duração, ampliou a confiança do brasileiro e da RGR Sport by Morand em continuar na briga pelo título da categoria de protótipos e das 24 Horas de Le Mans, os grandes objetivos da equipe em 2016. Os ensaios no circuito belga serão abertos nesta quinta-feira com duas sessões de 90 minutos, a primeira a partir das 7h15 (Brasília).

Bruno, o português Filipe Albuquerque e o mexicano Ricardo Gonzalez sabem que não será fácil bisar o êxito na Inglaterra, já que as características de Spa-Francorchamps, em tese, favorecem seus principais adversários. "Os Oreca são mais rápidos em pistas com retas longas, como será o caso neste fim de semana. Mas temos ferramentas para neutralizar essa desvantagem e vamos utilizá-las se necessário", explicou o brasileiro, que pilota um Ligier JS P2-Nissan.

Com 12 carros inscritos, a LMP2 é a mais numerosa e equilibrada das quatro séries. Depois de disputar a classe GTE Pro em 2014 pela equipe oficial da Aston Martin, Bruno admite que o resultado inicial em sua volta às corridas de resistência superou qualquer expectativa. "A pré-temporada foi um tanto curta, principalmente considerando que este é o primeiro ano da equipe e não conseguimos acertar o carro como desejávamos. Mesmo assim, fomos competitivos logo de cara, fazendo uma corrida sem erros e com um bom ritmo. Mas a competição está muito forte, o que significa que o trabalho de desenvolvimento tem de continuar", lembrou Bruno.

Além de Bruno, outros quatro brasileiros estarão em Silverstone. Lucas di Grassi integra o time de fábrica da Audi e tem Nelsinho Piquet, da Rebellion, como um dos adversários na LMP1. Pipo Derani é outro inscrito na LMP2 pela Extreme Speed Motorsport, equipe que terminou em segundo nas 6 Horas de Silverstone. Fernando Rees segue com a Aston Martin na GTE Pro e tem chance de se recuperar do mau início de temporada.