Lorenzo, Rossi e finalmente o primeiro pódio de Viñales na MotoGP, em Le Mans

O Monster Energy Grand Prix de France da MotoGP não foi agitado, mas  foram varias quedas na pista e uma dobradinha da Yamaha

Lorenzo, Rossi e finalmente o primeiro pódio de Viñales na MotoGP, em Le Mans
Lorenzo, Rossi e o primeiro pódio de Viñales na MotoGP

Uma corrida morna, os 4.185m de pista do circuito de Le Mans, na França, não foram palco de muitas ultrapassagens, a não ser pelas sempre quase inimagináveis que Rossi novamente nos proporcionou no inicio da corrida.


Dentro das 28 voltas a maior velocidade atingida foi de Dani Pedrosa, que acelerou nada mais nada menos que 313km/h no velocímetro. Jorge Lorenzo, o campeão da corrida, atingiu 309,5km/h, e ficou na nona posição entre os 10 que mais torceram o pulso.


Lorenzo largou, e largou também um grande espaço entre ele e o segundo colocado desde quando este era Andrea Iannone, que num lapso, até agora inexplicável, simplesmente perdeu a frente da moto finalizando uma grande queda e mais incrível ainda é que foi acompanhado -como no nado sincronizado, pelo então terceiro colocado Marc Marquez. Após esta queda dupla, Rossi ganhou a segunda posição mas a diferença entre o líder e o segundo colocado nunca foi inferior a 4 segundos.


As 14 curvas do traçado francês, construído em 1966 e reformulado em 2008, deixou nada mais nada menos do que 9 pilotos no chão: Smith, Miller, Dovizioso, Iannone, Rabat, Crutchlow, Hernandez- foto e Redding foram os nomes que voltaram para o box mais cedo. Depois de seu tombo, Marquez, ex-líder do campeonato, voltou a corrida e terminou apenas na 13 posição, perdendo pontos preciosos que o tiraram da liderança da temporada 2016.


Apesar de não ter tido tanto trabalho, o nome do domingo foi de Maverick VIÑALES. O espanhol subiu ao pódio a primeira vez desde que saiu da Moto3 para integrar o grid da MOTOGP e levando junto sua equipe Suzuki  após longo jejum. Um terceiro lugar que valeu como vitória.
"É um sentimento tão especial estar no pódio , nós fizemos um trabalho incrível . Ontem foi difícil , muito difícil porque eu não estava me sentindo muito bem com a moto , mas esta manhã encontramos uma nova configuração. Eu recuperei a minha confiança e pude começar a me incentivar novamente. Hoje quando eu comecei a corrida, eu só tentei me concentrar e ultrapassar os pilotos à minha frente . Finalmente Marc e Dovi tiveram azar , mas eu estava andando bem e mais ou menos no mesmo ritmo que Valentino, então, eu estava feliz . Estive no meu e no limite da moto muitas vezes, e quando Pedrosa começou a se aproximar, eu tive alguns destes momentos , mas finalmente eu fui capaz de segurar a posição e controlar a situação de forma harmoniosa. "


Após liderar de ponta a ponta, Jorge Lorenzo retoma a liderança do campeonato e apesar de ter mencionado que a corrida parecia não ter fim, também se mostrou satisfeito com todo o resultado do fim de semana. "Estou muito feliz com esta vitória, porque tudo tem sido quase perfeito."


Para Rossi, segundo colocado da corrida e terceiro na temporada 2016, o campeonato "ainda está aberto". A diferença do italiano da Yamaha para seu companheiro de equipe e líder do campeonato, após o fechamento da  quinta etapa, é de apenas 12 pontos.

"Comecei muito mal largando da terceira fila e chegar as primeiras posições foi muito complicado. Eu tinha um muito bom ritmo , e fui capaz de acelerar, eu estava muito rápido, mas era necessário ficar calmo porque era muito fácil cometer alguns erros. Passo a passo, cheguei atrás de Marquez e Dovi e naquele momento eu estava um pouco mais rápido. Eu estou tão feliz , porque quando você começa a corrida da sétima posição e mesmo assim conquista vinte pontos é muito bom, também , porque eles são vinte pontos muito importantes. No campeonato estou doze pontos atrás de Jorge e sete por trás Marc. Isso significa que entre nós três o campeonato está em aberto e temos de nos concentrar . Eu sou apenas terceiro , neste momento , então eu tenho que focar corrida a corrida e, especialmente, pensar em Mugello para tentar ser competitivo lá. “

O segundo lugar na França, após a vitória na Espanha, coloca  Valentino em uma posição forte para a sexta etapa do Campeonato Mundial de MotoGP ™ de 2016, o Gran Premio d' Itália TIM  que acontece entre os dias 20 a 22 de maio, em Mugello, dentro da casa do piloto, na Itália .