Goiânia pronta para terceira etapa da Stock Car

Depois da Corrida de Duplas em Curitiba e da primeira rodada dupla no Velopark, principal categoria do automobilismo realiza sua terceira etapa

Goiânia pronta para terceira etapa da Stock Car
(Foto: Duda Bairros/VICAR)

A terceira etapa da temporada 2016 da Stock Car, acontece neste final de semana em Goiânia. A cidade é a que mais recebeu corridas da Stock, atrás de Interlagos e Curitiba. Com 42 provas em sua história, a capital goiana ficará empatada com o finado circuito de Jacarepaguá no Rio de Janeiro. Desempate que ocorrerá ainda este ano, em 6 de novembro, na décima etapa da temporada.

O ano de 2016 começou bem disputado, ainda que a tabela do campeonato tenha apenas começado a tomar forma. A Corrida de Duplas oferecia uma pontuação diferenciada - apenas os seis primeiros pontuavam, e o vencedor somou seis pontos apenas - e o Velopark recebeu a primeira rodada dupla da temporada, em um circuito curto que foge um pouco aos padrões das outras pistas do calendário.

Por isso, Goiânia representa o primeiro teste da divisão de forças da principal categoria do automobilismo brasileiro. Uma pista que fez de um goiano o seu primeiro vencedor na Stock Car: Alencar Junior, em 1979, venceu na estreia da categoria no solo de Goiás.

O maior vencedor é Ingo Hoffmann com 12 triunfos. Depois dele os maiores vencedores do traçado são Paulo Gomes, pai do atual campeão Marcos Gomes, com sete vitórias, e Chico Serra, pai do atual líder do campeonato Daniel Serra, com seis conquistas. Serrinha, piloto da Red Bull, tem 37 pontos diante de 34 de seu companheiro de equipe Cacá Bueno.

A Stock Car ficou um longo tempo sem visitar a capital goiana, e retornou em 2014 após uma grande reforma no Autódromo Internacional Ayrton Senna. Neste retorno, quase a repetição de uma história: venceu o jovem tocantinense Felipe Fraga. O Tocantins fazia parte do estado de Goiás e foi emancipado em 1988.

O circuito traz também excelentes recordações para três pilotos: Rubens Barrichello, Thiago Camilo e para o argentino Nestor Girolami. Para Barrichello, aquela foi sua primeira vitória na categoria - justamente na Corrida do Milhão de 2014, no ano em que conquistou o título. Para Thiago Camilo, o maior vencedor da pista entre os pilotos em atividade (venceu duas vezes), a vitória na Corrida do Milhão do ano passado (sua terceira nesta prova); e para o argentino ‘Bebu’ Girolami, a vitória na Corrida de Duplas de 2015, quando correu ao lado de Ricardo Maurício - desempenho que lhe rendeu o convite de Carlos Alves para disputar a temporada completa neste ano.

A rodada dupla deste final de semana - cuja programação traz também a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo e a segunda da Copa Petrobras de Marcas e Mercedes-Benz Challenge - promete ser extremamente competitiva, uma vez que os pilotos entrarão em uma das pistas em que mais andaram no ano passado (foram duas etapas em 2015).