Ekström continua líder do Mundial de Rallycross após vitória em Lydden Hill

Piloto sueco tomou a vitória de um impecável Petter Solberg na última volta

Ekström continua líder do Mundial de Rallycross após vitória em Lydden Hill
Ekström já acumula três triunfos em 2016, contra somente um de Solberg (Foto: FIA World Rallycross)

Retornar às origens é sempre bem vindo, e foi isso que o Mundial de Rallycross fez neste fim de semana em Lydden Hill, na Inglaterra, local onde o rallycross surgiu em 1967 e que desde então fez nomes como John Button, Franz Wurz, Pat Doran, Kenneth Hansen e muitos outros ganharem reconhecimento. E foi em solo sagrado da modalidade que Mattias Ekström manteve sua sequencia de vitórias e a liderança do campeonato.

Petter Solberg fez praticamente tudo certo na fase classificatória, vencendo três das quatro baterias, com Andreas Bakkerud e Timmy Hansen inspirados em segundo e terceiro. Aos pilotos convidados Tanner Foust, Guy Wilks e Julian Godfrey, só restou a volta para casa. Godfrey ainda sofreu uma capotagem durante uma das baterias, a qual arremessou seu Ford Fiesta para além do guard-rail, mas o britânico nada sofreu.

A primeira semifinal começou com um grupo, liderado por Solberg, tomando a rota normal, enquanto o grupo liderado por Hansen foi para o coringa. Logo o campeão mundial se distanciou da concorrência, deixando Kevin Eriksson e Anton Marklund se degladiando pelo segundo lugar.

O grupo da frente deixou o coringa para a última volta, e enquanto Solberg ganhou com sobras, os irmãos Hansen pegaram o segundo e o terceiro lugar, visto que Timmy e Kevin tomaram vantagem do complicado coringa do circuito de Lydden Hill.

Na segunda semifinal, Bakkerud tomou a frente levando mais três pilotos consigo pela rota normal, e o piloto da Hoonigan seguiu abrindo vantagem para Johan Kristoffersson a medida que a corrida prosseguia, ao ponto de Timur Timerzyanov lutar pelo segundo lugar.

Na quarta volta, Timerzyanov herdou o segundo posto no que Kristoffersson errou a direção por conta de falha nos freios e foi parar na grama, mas como ainda tinha o coringa pela frente, a sombra do Audi S1 de Mattias Ekström o ameaçava. No final, tanto o russo quanto Bakkerud falharam em ficar na frente de Ekström, que venceu a corrida com o par de Fords logo atrás.

Mundial de Rallycross - Lydden Hill – resultados das semi-finais

Solberg e Ekström dividiram a primeira fila na final, e coube ao norueguês tomar a liderança no início da corrida. Com certa dificuldade, Solberg se distanciava de Timmy Hansen, mas no final o que importava era a saída do coringa e também Mattias Ekström,e foi aí que Solberg perdeu a liderança para o piloto-patrão da EKSRX.

Timmy Hansen ficou a liderança até o coringa na última volta, onde naturalmente perdeu terreno, mas ainda segurou Kevin Hansen para ficar a frente na briga familiar e subir no pódio em terceiro. Solberg ainda tentou alcançar Ekström no final, mas o sueco vinha em ritmo muito forte durante toda a corrida, vencendo a terceira corrida seguida nesta temporada. Ao norueguês, restou o segundo lugar após o que parecia se encaminhar para um fim de semana perfeito.

Mundial de Rallycross – Lydden Hill – resultado da final

Apesar de reconhecer que Petter Solberg capitalizou mais pontos por conta da fase classificatória, Ekström enfatizou: “O troféu ainda vale muito para mim.”

E a disputa pelo título da temporada continua acirrada, pois Ekström tem 105 pontos contra 100 de Solberg, enquanto Johan Kristoffersson vem em terceiro com 70 pontos. Nas equipes, A EKSRX continua soberana com 165 pontos, enquanto o Team Peugeot-Hansen toma o segundo lugar da Volkswagen RX Sweden, acumulando 109 pontos contra 102. Em duas semanas a ação volta no norte da Europa, pois o circuito Lankebanen em Hell, na Noruega, sedia a quinta etapa do Mundial no dia 12 de Junho.