Alexander Rossi vence a 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis

Depois de andar na pior equipe da Fórmula 1 em 2015 e sem mais oportunidades por lá, o jovem americano ingressou na F-Indy em 2016 e finalmente consegue a redenção na carreira vencendo a maior corrida do planeta em edição histórica

Alexander Rossi vence a 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis
Alexander Rossi vence a 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis

A 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis não vai só ficar na história pela sua marca, mas também pela corrida espetacular que aconteceu no circuito oval mais famoso do mundo. Como sempre, a prova é recheada de surpresas e, dessa vez, não foi diferente. O jovem americano Alexander Rossi foi o vencedor da prova de forma dramática quase sofrendo uma pane seca. 

O jovem americano era mero figurante antes da corrida e não tinha tanto reconhecimento do público como seus correntes durante a apresentação dos participantes. Porém, nos últimos momentos da prova, enquanto vários pilotos paravam nas últimas voltas devido à falta de combustível, Rossi surgiu de fora dos holofotes para vencer a prova se arrastando, praticamente, após decidir não entrar nos boxes para um reabastecimento. 

Atrás do americano, Carlos Muñoz bateu na trave mais uma vez e foi o segundo colocado na prova, depois de ter feito uma rápida parada para reabastecer nas últimas cinco voltas. Josef Newgarden fez uma corrida bastante sólida, estando constantemente entre os cinco primeiros, e terminou em terceiro. 

Tony Kanaan foi o melhor brasileiro ao terminar na quarta posição. O baiano, campeão da indy 500 em 2013, foi outro que esteve presente no top-10 durante grande parte da prova, depois de ter largado da 18ª posição. Porém, com as circunstâncias decorrentes de bandeiras amarelas e paragens nos boxes, Kanaan precisou fazer uma rápida parada para reabastecer faltando oito voltas para o fim, que o deixou mais longe da briga pela vitória.

Charlie Kimball terminou em quinto, seguido por JR Hildebrand, James Hinchcliffe e Scott Dixon. Sébastien Bourdais e Will Power completaram o top-10.

Helio Castroneves, o outro brasileiro e tricampeão da prova, foi somente o décimo primeiro, após sofrer com problemas na carenagem traseira decorrente de um leve toque de JR Hildebrand antes da última bandeira amarela enquanto estava dentro da briga pela vitória com o pelotão da frente. 

Resultado final da Indy 500

98

ALEXANDER ROSSI

EUA

ANDRETTI HONDA

200 voltas

26

CARLOS MUÑOZ

COL

ANDRETTI HONDA

+4.497

67

JOSEF NEWGARDEN

EUA

FISHER HARTMAN HONDA

+4.930

10

TONY KANAAN

BRA

GANASSI CHEVROLET

+10.496

83

CHARLIE KIMBALL

EUA

GANASSI CHEVROLET

+10.521

6

JR HILDEBRAND

EUA

CARPENTER CHEVROLET

+11.345

27

JAMES HINCHCLIFFE

CAN

ANDRETTI HONDA

+12.774

9

SCOTT DIXON

NZL

GANASSI CHEVROLET

+15.160

11

SÉBASTIEN BOURDAIS

FRA

KV CHEVROLET

+21.061

12

WILL POWER

AUS

PENSKE CHEVROLET

+21.517

3

HELIO CASTRONEVES

BRA

PENSKE CHEVROLET

+22.101

77

ORIOL SERVIÀ

ESP

SCHMIDT PETERSON HONDA

+23.814

27

MARCO ANDRETTI

EUA

ANDRETTI HONDA

+24.970

15

GRAHAM RAHAL

EUA

RLL HONDA

+28.249

8

MAX CHILTON

ING

GANASSI CHEVROLET

+28.758

41

JACK HAWKSWORTH

ING

FOYT HONDA

+32.174

35

ALEX TAGLIANI

CAN

FOYT HONDA

+32.199

63

PIPPA MANN

ING

DALE COYNE HONDA

+1 volta

77

SIMON PAGENAUD

FRA

PENSKE CHEVROLET

+1 volta

19

GABBY CHAVES

COL

DALE COYNE HONDA

+1 volta

6

TOWNSEND BELL

EUA

KV CHEVROLET

+1 volta

61

MATT BRABHAM

AUS

PIRTEK CHEVROLET

+1 volta

88

BRYAN CLAUSON

EUA

JONATHAN BYRD HONDA

+2 voltas

28

RYAN HUNTER-REAY

EUA

ANDRETTI HONDA

+2 voltas

16

SPENCER PIGOT

EUA

RLL HONDA

+5 voltas

14

TAKUMA SATO

JAP

FOYT HONDA

+37 voltas

7

MIKHAIL ALESHIN

RUS

SCHMIDT PETERSON HONDA

+74 voltas

25

STEFAN WILSON

ING

KV CHEVROLET

+81 voltas

18

CONOR DALY

EUA

DALE COYNE HONDA

+85 voltas

91

BUDDY LAZIER

EUA

LAZIER CHEVROLET

+100 voltas

20

ED CARPENTER

EUA

CARPENTER CHEVROLET

+102 voltas

24

SAGE KARAM

EUA

DRR KINGDOM CHEVROLET

+107 voltas

2

JUAN PABLO MONTOYA

COL

PENSKE CHEVROLET

+137 voltas