Tragédia na Moto2, a morte de Luis Salom na Catalunya

O piloto sofreu um acidente na curva 12, em Barcelona, durante o segundo treino livre da Moto2

Tragédia na Moto2, a morte de Luis Salom na Catalunya
(Foto: Getty Image)

O piloto espanhol Luis Salom (SAG Team / Kalex), da Moto2,  sofreu uma forte queda durante a última sessão de treinos livres e último do primeiro dia de treinos para o Grande Prêmio Catalunya.

Salom caiu da pista na curva 12 e permaneceu deitado, imóvel, ao lado de sua moto, por vários minutos até a chegada dos cuidados médicos e a chegada da ambulância. A bandeira vermelha foi anunciada faltando 24 minutos para o fim do treino.

Segundo informações do site MARCA.com, Luis Salom foi direto para as barreiras e, em seguida, a moto caiu sobre ele. "Eu o vi sair da pista e ir em frente e não há muita escapatória, é tudo asfalto, é difícil reduzir e ele foi direto para barreira de proteção- Airfence " Miguel Oliveira (piloto Moto3)

Cerca de 150km/h são atingidos nesta parte da pista. Salom precisou ser reanimado, e transferido de ambulância para o Hospital General de Catalunya. O piloto não foi transportado de helicóptero, devido a gravidade de sua condição. Sua mãe, Maria, também foi para o hospital, de carro, para acompanhar seu filho, junto de Eduardo Perales, proprietário da equipe.

Na chegada ao hospital, o piloto passou por uma cirurgia, mas apesar de todos os esforços da equipe de trauma, ele faleceu as 16:55 hora local. 

Salom fez sua estreia no Campeonato do Mundial de Motovelocidade em Jerez, em 2009 na categoria de 125cc. Ele terminou no pódio em 25 corridas, incluindo nove vitórias no Campeonato do Mundial da Moto3. Luis terminou o Campeonato Mundial de Moto3, na segunda posição, em 2012 e um ano depois foi terceiro na classificação geral, depois de enfrentar com Maverick Vinales e Alex Rins até a última prova em Valência.
 
O espanhol de 24 anos também terminou no pódio três vezes no Campeonato  Mundial da Moto2, incluindo um segundo lugar na corrida de abertura de 2016, no Circuito Internacional de Losail, no Qatar.  O FIM, Dorna, IRTA, RFME e o Circuito da Catalunya deram as suas condolências à família, amigos e equipe de Salom.

fonte: http://www.motogp.com/ e MARCA.com