Objetivo de Rafael Suzuki é ficar chegar entre os 10 primeiros pela Stock Car em Tarumã

Após o primeiro terço do campeonato, classificação dos pilotos está bem acirrada. Num dos circuitos mais velozes do calendário, representante maranhense vai em busca de seu melhor resultado no ano

Objetivo de Rafael Suzuki é ficar chegar entre os 10 primeiros pela Stock Car em Tarumã
Piloto da Geolab Racing vem em boa sequência e busca melhor resultado do ano. (Foto: Vicar)

37 anos após receber a primeira corrida da história da Stock Car, o Autódromo de Tarumã será palco da quinta etapa da temporada 2016, a terceira do ano no Rio Grande do Sul, neste fim de semana (25 e 26 de junho). Assim como a rodada em Santa Cruz do Sul, no início do mês, o intenso frio gaúcho é esperado, além de chuva para o domingo de corridas. Vindo em boa sequência no campeonato, após ter terminado as quatro etapas já realizadas entre os 10 melhores, Rafael Suzuki tem o objetivo de se posicionar no top-10 da classificação geral. Atualmente, o representante maranhense ocupa a 14ª posição na tabela, empatado com o 13º e a apenas nove pontos de sua meta. 

Um dos campeonatos mais competitivos do automobilismo mundial, a Stock Car vê uma disputa bem acirrada nesta temporada. Desde a segunda etapa do calendário, quando o formato de rodada dupla foi retomado, foram seis vencedores diferentes em seis corridas. Os cinco primeiros colocados (Felipe Fraga, Marcos Gomes, Átila Abreu, Rubens Barrichello e Daniel Serra) estão divididos por apenas 21 pontos. Para Rafael Suzuki, a diferença para esse grupo é de somente 18 pontos, sendo que a cada fim de semana são 45 pontos em jogo. 

Tarumã é um dos circuitos mais velozes do calendário, com média de 180 km/h, 3.016 metros de extensão e nove curvas. Essas características agradam Suzuki e enchem o piloto da Geolab Racing de esperança em conquistar seu melhor resultado neste ano, que até agora foi o 8º lugar em Santa Cruz do Sul. Rafael bateu na trave do pódio em Goiânia, quando estava em 4º lugar, mas a menos de duas voltas para o fim da prova, a suspensão de seu carro quebrou, e ele cruzou a linha de chegada em 10º. Porém, a regularidade na zona de pontuação tem sido o trunfo do piloto do carro #8. 

"Tarumã é um circuito que gosto bastante, uma das pistas com maior média de velocidade do calendário, e acredito que poderemos fazer um ótimo trabalho lá. Estamos vindo numa sequência boa, conquistando bons pontos em todos os finais de semana, e vamos em busca de resultados ainda melhores para entrar no top-10 na classificação do campeonato. Vamos ver como o frio irá influenciar no desgaste dos pneus, o asfalto do circuito é muito abrasivo, e cuidar bem dos pneus será uma obrigação e algo muito importante para a estratégia, já que o tempo gasto nos pit-stops pode ser determinante. Chego muito confiante para buscar meu melhor resultado do ano, e quem sabe até meu primeiro pódio na Stock Car". Analisa Rafael. 

A previsão de chuva para domingo promete movimentar ainda mais as disputas, inclusive aumentando as chances de acidentes. Assim, conquistar uma boa posição de largada será um primeiro passo importante na busca de um resultado positivo, apesar da pista de Tarumã oferecer bons pontos de ultrapassagem. Outro fato que deve influenciar na decisão da estratégia é o alto desgaste de pneus causado pelo asfalto abrasivo do circuito, então, fazer um pit-stop mais longo para trocar os pneus pode ser uma boa opção, já que há uma diferença ainda maior do que o habitual entre o desempenho de pneus novos para os pneus usados nesta pista.

A programação da Stock Car em Tarumã está compreendida em apenas dois dias, com o shakedown, as duas sessões de treinos livres e a classificação, com transmissão do Sportv às 14h, acontecendo no sábado. No dia seguinte, as corridas têm início às 14h, e também serão transmitidas pelo Sportv.