Rafael Suzuki recebe punição e não marca pontos pela Stock Car em Tarumã

Representante maranhense acabou envolvido em incidentes na parte final da prova e levou a pior após ser punido, perdendo os pontos somados pelo 11º lugar na corrida 1

Rafael Suzuki recebe punição e não marca pontos pela Stock Car em Tarumã
Rafael Suzuki fez boa corrida, e cruzou a linha de chegada em 11º lugar Carsten Horst/Hyset

O que parecia ser mais uma boa corrida de Rafael Suzuki na Stock Car, acabou tendo um desfecho amargo, e contestável. Na corrida 1 deste domingo (26), válida pela 5ª etapa da temporada, em Tarumã (RS), o piloto largou em 17º, teve bom ritmo durante todas as 37 voltas e cruzou a linha de chegada em 11º. Porém, após a bandeira quadriculada, foi anunciada uma punição à Suzuki, que não somente tirou os 13 pontos conquistados, mas também o impediu de disputar a segunda corrida do fim de semana.

Numa prova muito disputada, em um circuito de alta velocidade com grande desgaste dos pneus, foram várias as dificuldades e os contatos entre os pilotos ao longo da corrida, e Suzuki acabou envolvido em dois incidentes na parte final da prova. Numa disputa por posições com Sergio Jimenez e Cacá Bueno na sequência de "esses" do primeiro setor, Rafael acabou tocando involuntariamente o piloto do carro #0, que rodou. Os comissários julgaram que a culpa foi de Suzuki e, ao fim da prova, acrescentaram 20s ao tempo total do piloto. Poucas voltas depois, Jimenez tentou ultrapassar Rubens Barrichello na disputa pelo 10º lugar, e espalhou o piloto do carro #111. Suzuki, que vinha logo atrás, não conseguiu evitar o contato e foi punido novamente pelos comissários, não podendo assim nem disputar a segunda prova da rodada dupla.

"Estivemos rápidos durante todo o fim de semana em Tarumã e tínhamos uma ótima chance de manter a boa sequência no campeonato, de estar sempre entre os 10 melhores. Na corrida, optamos por não entrar nos boxes e estava dando certo, já que estava próximo do top-10. Infelizmente, acabei me envolvendo em dois incidentes, nos quais fui julgado como culpado, mesmo sem ter a intenção em nenhum deles. Foi uma pena não poder nem correr a segunda prova, pois tinha um bom carro. Agora vamos levantar a cabeça e já pensar na próxima etapa, Cascavel é uma boa pista para nós, e vamos recuperar os pontos que nos escaparam aqui." Lamenta Rafael Suzuki

Suzuki lamentou o ocorrido, já que não teve a intenção do toque em nenhum dos dois casos, e acabou sendo muito prejudicado ao sair sem pontos de Tarumã. Apesar disso, o piloto já pensa no próximo desafio, na etapa de Cascavel (PR) entre os dias 15 e 17 de julho, onde Rafael sempre costuma andar bem e vai em busca de recuperação na tabela.