Pela Fórmula 3 Brasil, Thiago Vivacqua quer aproveitar rodada dupla em Cascavel

Estreante na temporada, piloto carioca é um dos destaques da categoria e vai disputar sua primeira corrida oficial em Cascavel, onde também estreia pela Academia Shell Racing

Pela Fórmula 3 Brasil, Thiago Vivacqua quer aproveitar rodada dupla em Cascavel
Divulgação/RF1

Desafio e confiança: essas são as palavras chave para o piloto carioca Thiago Vivacqua na etapa de Cascavel (PR) da Fórmula 3 Brasil. Com alguns testes na pista que vai sediar uma rodada tripla, Vivacqua acredita que o carro está com um acerto bom e que vai brigar pela ponta neste fim de semana. Por causa da neblina em Santa Cruz do Sul (RS), a segunda corrida da segunda etapa foi transferida para a manhã de sábado (16) na cidade paranaense. A primeira corrida da terceira etapa acontecerá na tarde do mesmo dia e a segunda bateria da etapa está prevista para o domingo (17). O carioca de 19 anos corre pela equipe Hitech Racing e a partir de agora também levará as cores da Academia Shell Racing para a pista com o carro #36.

Estreante na F-3 Brasil, Vivacqua tem sido um dos destaques em 2016. "Vai ser uma etapa bem difícil e as atividades já vão começar na quinta-feira. Então vai ser bem movimentado, com as três corridas. Acredito que estamos com um bom setup para esta pista e o carro está muito bom. Estamos rápidos, mas as corridas vão exigir muito fisicamente, principalmente no primeiro setor, no Bacião", disse Vivacqua, que atualmente soma 10 pontos e ocupa a sexta posição na classificação do campeonato.

Thiago, que estava correndo na Europa até a temporada passada, logo na primeira prova na F-3 Brasil mostrou que era apenas uma questão de tempo brigar pelo pódio. Na última etapa, em Santa Cruz, o piloto cumpriu uma punição por incidente na segunda corrida da etapa de abertura e teve de largar da última posição no grid. Depois de uma ótima corrida de recuperação, o carioca terminou no pódio, em terceiro lugar.

Em Cascavel, outra novidade será sua estreia pela Academia Shell Racing, principal programa de desenvolvimento de jovens talentos no automobilismo brasileiro. "Fiquei muito feliz com o convite da Academia Shell Racing. É uma honra defender nas pistas a tradição de uma marca tão importante na história do automobilismo mundial. Este será um importante apoio em minha carreira e em minhas pretensões de seguir conquistando passos maiores no automobilismo internacional", destacou o piloto de 19 anos.

A Spa Brasileira
Com total de 3058m de extensão e 12 metros de largura, o circuito de Cascavel conta com sete curvas. Entre elas está o Bacião, que é considerada por alguns pilotos como a "Eau Rouge" brasileira, por causa de sua aproximação rápida e inclinação. Vivacqua arrisca em dizer que acha a curva brasileira mais parecida com a Pouhon, também em Spa-Francorchamps. "A Eau Rouge é tranquila de fazer cravado, já o Bacião não. Em termos de dificuldade, eu compararia com a Pouhon, uma direita rápida em Spa", completou o piloto do carro #36, comparando o circuito brasileiro com o belga.

Confira a programação da F3 Brasil em Cascavel (PR):

Quinta-feira, dia 14:

15h-15h30 - Briefing - Chefe de Equipe e Pilotos
16h50-17h30 - 1º treino

Sexta-feira, dia 15:
10h05-10h35 - 2º treino
17h-17h20 - Classificação (20 minutos)

Sábado, dia 16:
2ª etapa/2ª corrida (substituição da 2ª corrida de Santa Cruz):

7h45 - Abertura de Box
7h55 - Fechamento de Box
8h - Placa de 5 minutos
8h05 - Volta de apresentação
8h10 - Largada (30 minutos de prova + 1 volta)
8h45 - Pódio

3ª etapa/1ª corrida:
13h30 - Abertura de Box
13h40 - Fechamento de Box
13h45 - Placa de 5 minutos
13h50 - Volta de apresentação
13h55 - Largada (30 minutos de prova + 1 volta)
14h30 - Pódio

Domingo, dia 17:
3ª etapa/2ª corrida:

7h45 - Abertura de Box
7h55 - Fechamento de Box
8h - Placa de 5 minutos
8h05 - Volta de apresentação
8h10 - Largada (30 minutos de prova + 1 volta)
10h10 - Pódio

Classificação do campeonato de pilotos após três corridas:
1) 34 Matheus Iorio, 30 pontos
2) 43 Pedro Cardoso, 28
3) 54 Carlos Cunha, 27
4) 77 Guilherme Samaia, 12
5) 27 Matheus Muniz, 12
6) 36 Thiago Vivacqua, 10
7) 41 Artur Fortunato, 10
8) 91 Leonardo de Souza, 10
9) 12 Christian Hahn, 7
10) 55 Igor Fraga, 5
11) 95 Yurik Carvalho, 5
12) 10 L. Felipe Branquinho, 4
13) 87 Leonardo Raucci, 2