Matheus Loiro vence segunda corrida pela Fórmula 3 Brasil e Cascavel

Pole position Artur Fortunato teve que suar para se manter em segundo defendendo-se dos ataques de Guilherme Samaia, o terceiro colocado

Matheus Loiro vence segunda corrida pela Fórmula 3 Brasil e Cascavel
Matheus Iorio tomou a ponta já na largada da segunda corrida em Cascavel (Fábio Davini/VICAR)

Depois de Artur Fortunato dominar os treinos livres e o classificatório da Fórmula 3 em Cascavel, o sábado (16) vem se mostrando o dia de Matheus Iorio. O líder do campeonato, que na primeira corrida desta manhã (complemento da segunda etapa) foi da sexta posição à vitória na pista molhada, não perdeu a chance nem na segunda prova do dia, que de fato abre a terceira etapa da categoria mais veloz do país.

Da segunda posição no grid, o piloto da Cesário F3 tomou a ponta de Artur Fortunato já na primeira curva e tratou de forçar o ritmo para abrir distância em relação a seus adversários. O líder do campeonato ainda afirma que as vitórias de hoje representam uma superação pessoal em relação ao desafiador circuito de 3.058 metros do Autódromo Zilmar Beux.

"Estou muito feliz. Acho que pouca gente sabe o que passei aqui no ano passado, que foi uma etapa muito difícil para mim e às vezes eu me pegava pensando se eu realmente gostava dessa pista ou se eu andava bem nela", afirmou o líder do campeonato. "Consegui superar e estou provando isso agora para mim mesmo. Larguei bem, pelo lado limpo da pista, tracionei melhor e dali para a frente foi só manter um ritmo legal. Eu tinha certeza que a equipe tinha feito um carro para isso, então deu tudo certo", concluiu.

Para o americanense Fortunato, que havia cravado a primeira pole de sua carreira na Fórmula 3, reconheceu que não fez uma boa largada. Restou então defender-se dos ataques de Guilherme Samaia na primeira metade da corrida. E no fim, resignou-se com seu primeiro pódio no ano. "A corrida até que foi boa. Acabei perdendo a primeira posição logo na largada, saindo por dentro, e o carro destracionou um pouco. O Iorio largou melhor, pulou para a ponta e tinha um ritmo melhor. Eu disputei bastante com o Samaia, que também era pouco mais rápido mas consegui me defender. No final, foi bom pelas condições. Só que esperamos mais para amanhã. Vamos ver", resumiu.

Samaia que volta ao pódio após três corridas, no final teve que se defender de um crescente Thiago Vivacqua, que foi terceiro pela manhã e queria repetir o pódio. O piloto da Cesário, atual campeão da classe Light, não permitiu. "Foi uma corrida bem difícil para mim. Eu perdi o primeiro treino livre devido alguns problemas no carro e acho que isso fez um pouco de falta para dar aquela afinada final no acerto. Na corrida eu consegui impor um ritmo muito forte no início, pressionei bastante o Artur, mas aí do meio para o fim eu comecei a sentir alguns sintomas estranhos de desequilíbrio no carro. No final acabou melhorando voltei a me aproximar do carro à frente, mas não o suficiente", explicou.

Carlos Cunha Filho, que bateu na penúltima prova da corrida disputada pela manhã, travou intensa disputa durante toda a corrida com Pedro Cardoso, da Hitech GP. Os dois pilotos se tocaram diversas vezes, com um pouco mais de du.reza por parte de Cardoso. Os comissários, então, puniram os dois pilotos por atitude anti-desportiva: Cunha teve 20 segundos somados a seu tempo de prova, derrubando-o da sexta para a sétima posição, enquanto a punição ao brasiliense foi mais severa, com sua exclusão no resultado da corrida.

A Fórmula 3 Brasil finaliza a terceira etapa da temporada 2016 na manhã deste domingo (17) com largada às 8h10.

3ª Etapa F3 Brasil - Corrida 1:
1-) 34 Matheus Iorio (Cesario F3) - 33 voltas em 31min19s989 (média de 193,2 km/h)
2-) 41 Artur Fortunato (A.Fortunato Racing) - a 9s653
3-) 77 Guilherme Samaia (Cesário F3) - a 13s251
4-) Thiago Vivacqua (Hitech GP) - a 13s606
5-) Christian Hahn (CF3) - a 42s337
6-) Matheus Muniz (PropCar Racing) - a 47s245
7-) Carlos Cunha (CF3) - a 1min05s899**
8-) Luiz Felipe Branquinho (RR Racing) - a 1 volta
9-) Leonardo Raucci (RR Racing) - a 1 volta
10-) Renan Pietrowski (PropCar Racing) - a 3 voltas*
11-) Pedro Caland (Hitech GP) - a 3 voltas*
12-) Leonardo de Souza (Kemba Racing) - a 4 voltas
13-) Pedro Cardoso (Hitech GP) - excluído por atitude anti-desportiva
VOLTA MAIS RÁPIDA: Matheus Iorio, 56s205 (195,8 km/h)
*Fórmula 3 Light
**Penalizado em 20s no tempo de prova por atitude anti-desportiva
(Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas)