JRM encerra contrato com piloto ingles Liam Doran por indisciplina

Equipe inglesa optou por terminar acordo com Doran; substituto ainda não foi definido

JRM encerra contrato com piloto ingles Liam Doran por indisciplina
Doran deixa JRM após somente seis corridas no Mini Countryman RX (Foto: divulgação/JRM Group)

O segundo ano de desenvolvimento do Mini Countryman RX no Mundial de Rallycross prometia coisas boas para a equipe JRM, visto que o piloto inglês Liam Doran havia se juntado ao time para inicialmente correr durante toda a temporada 2016. Porém, o contrato de Doran foi terminado após somente seis provas disputadas e a JRM procura um novo piloto.

A JRM se limitou a um breve comunicado de imprensa sobre a demissão de Doran, reiterando que sua última participação foi na etapa de Höljes, na Suécia, onde o inglês não chegou a passar nem da fase classificatória, terminando em décimo oitavo de dezenove competidores. Apesar de o carro mostrar que está melhor que em 2015, os resultados de Doran não refletem isso, pois ele só tem duas participações nas semifinais ou um até mesmo além, com o seu melhor resultado sendo o quinto lugar conseguido em Hockenheim, onde chegou inclusive a vencer nas semifinais.

O chefe da JRM, James Rumsey, se limitou um comentário breve sobre o assunto, dizendo: “O acordo com a equipe foi encerrado. Isto é um assunto interno e nenhum outro comentário será feito neste ponto.” O motivo que pode estar relacionado com o término do contrato foi o comportamento de Liam Doran em um evento na Noruega, onde o piloto e amigos não respeitaram a Lei do Silêncio do local e os ânimos esquentaram a ponto dele e seu grupo entrar em confronto com os seguranças do evento, e quando a situação ficou fora de controle, a polícia local também foi obrigada a intervir na confusão.

O programa com o Mini Countryman RX continua, visto que a JRM confirmou o uso do carro para as próximas etapas, porém ainda não se sabe qual piloto será utilizado e se o acordo será com um piloto até o fim da temporada ou com negociações corrida após corrida, o que bota o atual comentarista do campeonato, o britânico Guy Wilks, como principal candidato a estar no volante do Mini, até mesmo por ter experiência e bons resultados com o carro.