Desenvolvimento do Acura NSX GT3 continua nos EUA

Planos da Honda é alinhar o carro no próximo ano no Pirelli World Challenge.

Desenvolvimento do Acura NSX GT3 continua nos EUA
(Fotos: Sportscar365.com)

Acura NSX GT3 que fez sua aparição oficial a duas semanas na etapa de Mid-Ohio do Pirelli World Challenge, voltou a realizar testes durante a etapa de Utah, que ocorreu no último dia 13. Na oportunidade Peter Kox, piloto responsável pelo desenvolvimento, classificou os trabalhos como satisfatórios.

“Fizemos bons quilômetros, mas ainda estamos no início do programa,” disse Peter Kox ao site Sportscar365.com. “Estamos aqui em Utah, porque queremos ter pontos de comparação. Além disso, não é possível fazer muitos quilômetros em um fim de semana de corrida.”

Em termos de comparação, Kox teria ficado na segunda posição no segundo treino livre em Utah. Mesmo andando no mesmo tempo dos rivais, o Acura não pode competir pois não foi homologado pela FIA.

“Obviamente, as pessoas viram a volta de teste de quinta-feira” disse Lee Niffenegger, engenheiro sênior de programa na HPD. “É bom estar na mesma pista que todos, ao mesmo tempo, porque é difícil ter uma comparação direta durante um teste privado.”

Os testes continuam até a equipe levar o carro para Ladoux na França para homologação. “O carro é confiável e agora vamos tentar diferentes configurações.”Salientou Peter Kox. “Tudo acontece bem. Eu fiz o mesmo procedimento quando pilotava pela Reiter com a Lamborghini, e Prodrive pela Aston Martin. É bastante agradável.”

“Continuaremos testes privados para refinar o que vamos mostrar na França”, disse Niffenegger. “Estamos trabalhando o que queremos apresentar à FIA. Existem, obviamente, um monte de opções sobre o que você pode fazer.”

Os testes foram realizados até agora com dois chassis. Um terceiro está sendo construído para passar pelo BoP na pista francesa. Por conta disso, o carro não vai participar de nenhum teste durante a próxima etapa do PWC em Sonoma, devendo aparecer somente em Laguna Seca. Existe a possibilidade da estreia em Monterey.  

Quanto ao futuro de Peter Kox no programa, ele ainda deve ser confirmado. A Honda ainda vai definir os pilotos para a próxima temporada do PWC e IMSA. “É claro, que pilotar nos EUA é muito bom.” confidenciou Peter Kox. “Eu estive aqui em 2003/2004 com a Prodrive e devo dizer que  foi muito bom. Adoro correr na América. Eu não sou a pessoa certa para perguntar se quero correr aqui, mas este é o lugar onde eu ficaria.”