Rafael Suzuki volta a Curitiba pela Stock Car, em pista onde tem seu melhor retrospecto

Curitiba recebeu a primeira etapa do ano e retorna ao calendário, após especulações de venda de seu terreno, para a 450ª corrida da história da categoria. Baseado em bom histórico, piloto maranhense aposta em recuperação

Rafael Suzuki volta a Curitiba pela Stock Car, em pista onde tem seu melhor retrospecto
Carsten Horst/Hyset

A notícia no início do ano é que o Autódromo de Curitiba seria desativado em poucos meses, e que a Corrida de Duplas, que abriu a temporada 2016 da Stock Car, seria a última da categoria na pista paranaense. Porém, para a alegria dos pilotos e fãs de automobilismo, a praça será mantida e recebe neste fim de semana (14 a 16 de outubro) a 9ª etapa do campeonato - que marca a corrida de número 450 em 37 anos de história. Para Rafael Suzuki, a notícia foi muito comemorada, já que este um dos circuitos favoritos do representante maranhense e onde ele tem seu melhor histórico na principal categoria nacional, e assim o piloto chega para a rodada dupla com o objetivo de seguir melhorando esses números e também dar a volta por cima após duas etapas difíceis. 

Essa será a segunda vez neste ano que a Stock Car corre em Curitiba. Em março, Suzuki dividiu o carro #8 com o argentino Franco Vivian, e conquistou seu primeiro top-10 de um total de cinco nas oito etapas já realizadas. Nas duas temporadas anteriores, o circuito de 3.695 metros sempre foi um palco favorável para ótimas performances de Rafael. Em 2014, o piloto fechou o ano com o 8º lugar, que, em uma corrida com pontuação dobrada, rendeu boa parte dos pontos somados por ele em seu ano de estreia. No ano passado, o piloto foi ainda melhor e terminou uma das corridas em Curitiba na 6ª posição. Depois, pela regra de inversão do grid entre os 10 melhores, largou em 4º e assumiu a liderança da prova nos metros iniciais. Com esse retrospecto positivo e confiante no trabalho de Mauro Vogel e de toda a equipe Geolab Racing para somar dois bons resultados, o piloto quer voltar a subir na tabela. 

A etapa em Curitiba abre o último terço do campeonato, que ainda passa por Goiânia e Curvelo - nova pista em Minas Gerais - em novembro, e tem seu encerramento em Interlagos, no meio de dezembro. Rafael Suzuki teve um início de temporada muito consistente e de evolução contínua, tento terminado cinco das seis etapas do primeiro semestre no top-10. Antes da pausa de quase dois meses para as Olimpíadas, o piloto teve em Cascavel seu melhor resultado do ano até agora, com o 7º lugar tanto no grid de largada quanto na corrida 1, que vale mais pontos que a prova 2 nas rodadas duplas. Já nas duas últimas etapas - a Corrida do Milhão em Interlagos e Londrina - Suzuki enfrentou dificuldades com problemas mecânicos, quebras e foi vítima de acidentes que o deixaram fora da pontuação. Mas, sem se abater, Rafael aposta em uma recuperação em grande estilo em Curitiba para voltar a escalar a classificação geral. Atualmente, ele ocupa a 19ª posição, empatado com o 18º, e a 23 pontos do top-15, sendo que em cada final de semana são 45 os pontos em jogo. Felipe Fraga é o líder, seguido por Rubens Barrichello em 2º e Valdeno Brito em 3º. 

Na programação da etapa, os carros vão à pista já na sexta-feira para o shakedown, treino de desenvolvimento - para pilotos que estão fora do top-15 - e para o 1º treino livre. No sábado, acontece a segunda sessão de treinos oficiais e a classificação que define o grid de largada, a partir das 12h, ao vivo no Sportv, enquanto no domingo, a rodada dupla tem início às 13h - já no novo horário brasileiro de verão -, com a corrida 2 na sequência, ambas transmitidas ao vivo pelo Sportv. 


"Tivemos alguns azares nas duas últimas etapas, mas isso não nos abala. Curitiba é uma pista que gosto bastante, é a pista em que mais andei com o carro da Stock Car e onde tenho meu melhor retrospecto na categoria. Vamos aproveitar também o treino de desenvolvimento, que será uma oportunidade extra para trabalharmos no acerto. Creio que teremos um carro bem competitivo e assim poderemos brigar por bons resultados e muitos pontos. Ainda temos um terço do campeonato e vamos nos dedicar cada vez mais para atingirmos nossos objetivos no fim da temporada".Comenta.
 

Outubro Rosa:

Única corrida do mês de outubro, a etapa na capital paranaense será também uma oportunidade para Rafael Suzuki demonstrar seu apoio à campanha Outubro Rosa, de conscientização sobre a prevenção do câncer de mama, com adesivos cor de rosa no carro #8. 

Programação da Stock Car em Curitiba (horários de Brasília):

Sexta, 14 de outubro
09h40 às 09h50 - Shakedown 
09h55 às 10h35 - Treino de Desenvolvimento 
12h25 às 13h25 - 1º Treino (Grupo 1) 
13h35 às 14h35 - 1º Treino (Grupo 2) 

Sábado, 15 de outubro
08h20 às 09h00 - 2º Treino (Grupo 1) 
09h05 às 09h45 - 2º Treino (Grupo 2) 
12h00 às 13h00 - Classificação 

Domingo, 16 de outubro
13h00 - Largada (Corrida 1) 
14h10 - Largada (Corrida 2)