Flávio Andrade chega em segundo pela Mercedes-Benz Challenge em Curitiba

Piloto da equipe Hot Car Racing / Bardahl está em terceiro no campeonato e segue confiante. Matheus Biriba sofre toque, mas também marca pontos na C250 Cup

Flávio Andrade chega em segundo pela Mercedes-Benz Challenge em Curitiba
(Vanderley Soares)

O paulista Flávio Andrade, da equipe Hot Car Racing / Bardahl, está de volta ao pódio do Mercedes-Benz Challenge. Neste domingo (dia 16), o piloto foi o segundo colocado na C250 Cup Master no autódromo internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), que recebeu a sexta etapa da temporada. Andrade repetiu o resultado da primeira etapa do ano, também realizada na pista paranaense no mês de março.

No outro carro da equipe Hot Car, Matheus Biriba também tinha boas chances de conseguir um bom resultado, mas acabou sofrendo um toque que o fez rodar e impediu seu progresso na corrida. O piloto terminou na sétima colocação no geral da C250 Cup.

O vencedor na categoria 250 foi Fábio Escorpioni. Na Master, o lugar mais alto do pódio ficou com João Lemos.

Andrade, que largou em sexto no geral da 250 e quarto na Master, manteve a tranquilidade na largada pra se livrar de incidentes e a tática deu certo. "A corrida foi fantástica e teve bastante incidentes. Como sempre, é importante não fazer loucuras no começo. Eu tive a oportunidade de logo na largada ir bem para frente, mas como eu vi muitos incidentes eu fiquei para trás. A corrida tem 45 minutos, tem que ter paciência e ir construindo o resultado aos poucos", comentou Andrade, que já tem uma vitória este ano, em Cascavel (PR). "Por pouco a gente não ganha a corrida, eu cheguei grudado no líder", lembrou o piloto da Mercedes #26.

A próxima etapa do Mercedes-Benz Challenge acontecerá no dia 6 de novembro, em Goiânia (GO), e Andrade está animado. "Na última corrida em Goiânia, eu não fui para o pódio, mas eu tenho muitas boas lembranças lá. Já tive um segundo lugar, o traçado é bem conhecido e tenho certeza que vamos fazer mais pontos", completou o piloto que está em terceiro na temporada da Master.

No outro carro da Hot Car Racing / Bardahl, comandada por Amadeu Rodrigues, o jovem Matheus Biriba também poderia ter brigado pelo pódio.

"Infelizmente no sábado nós tivemos alguns problemas na tomada de tempos e acabei largando da nona colocação. Na primeira volta, eu já estava indo pra cima do terceiro colocado, mas veio alguém atrás e me acertou. Eu rodei e isso tirou minha chance de brigar pela corrida", explicou o piloto goiano. 

"Tive que parar para fixar o capô, que estava para soltar. Apesar disso, a corrida foi ótima. A equipe ajudou muito, tivemos que mexer em muita coisa no carro e o pessoal deu conta. Não vou dar nota 10 para o fim de semana por causa desse incidente na corrida, mas dou uma nota nove com certeza", continuou o piloto da Mercedes #100.

Agora correndo em casa, em novembro, a meta é brigar pelo pódio. "Em Goiânia, a minha expectativa é de pódio. Era para ser nesse fim de semana, mas infelizmente não aconteceu. Mas em Goiânia, correndo em casa, com apoio da família e amigos, eu quero o primeiro lugar", finalizou o piloto que está em oitavo na classificação do campeonato.

Os 10 melhores colocados na 6ª etapa do Mercedes-Benz Challenge (C250):
1. Fabio Escorpioni
2. Peter Michel Gottschalk
3. João Lemos *
4. Flavio Andrade *
5. Rodrigo Teixeira/Rodrigo Cruvinel
6. Claudio Simão *
7. Matheus Biriba
8. Carlos Guilherme/Sérgio Kuba *
9. Bruno Alvarenga/Romualdo Júnior *
10. Marcos Paioli/Peter Gottschalk *

*Master

Classificação da C250 Cup na temporada 2016 (Top-10):
1) Peter Michel Gottschalk, 93
2) Claudio Simão, 78
3) Fábio Scorpioni, 73
4) Marcos Paioli/Peter Gottschalk Jr, 71
5) Flavio Andrade, 63
6) João Lemos, 55
7) Carlos Guilherme, 44
8) Matheus Biriba, 31
9) Sérgio Kuba, 28
10) Beto Rossi, 26

Classificação da C250 Cup Master na temporada 2016 (Top-5):
1) Claudio Simão, 87
2) Marcos Paioli/Peter Gottschalk Jr, 81
3) Flavio Andrade, 78
4) João Lemos, 68
5) Carlos Guilherme, 65