Mercado de pilotos agita Stock Car em Goiania

Pilotos, equipes e patrocinadores trabalham e se movimentam planejando a temporada 2017; décima etapa acontece no final de semana com pilotos à caça do líder Felipe Fraga

Mercado de pilotos agita Stock Car em Goiania
(Fábio Davini/VICAR)

Ainda faltam cinco corridas para o final da temporada: duas em Goiânia, neste domingo (6), duas em Curvelo (MG) em 20 de novembro e uma em Interlagos no final do campeonato, no dia 11 de dezembro. Mesmo assim, muitas equipes e pilotos já se mexem com seus planejamentos visando a temporada de 2017.

O mercado de pilotos e equipes da Stock Car vem fervendo e não é de hoje; desde junho que as conversas e boatos têm rolado pelos paddocks do país por onde a maior categoria do automobilismo brasileiro passa.

Alguns já têm suas situações definidas com bastante antecedência: Cacá Bueno se juntará a Marcos Gomes na Cimed; Daniel Serra pilotará o terceiro carro da Eurofarma ao lado de Ricardo Maurício e Max Wilson; a equipe Mattheis perde o patrocínio da Red Bull, mas já anunciou que terá a Ipiranga e os pilotos Thiago Camilo e Galid Osman. A Shell Racing também anunciou que deixa a estrutura da A.Mattheis e parte para a TMG Racing levando Átila Abreu e Ricardo Zonta.

O resto é especulação. A principal pergunta ronda a cabeça do líder do campeonato: Felipe Fraga tem 44 pontos de vantagem sobre Rubens Barrichello, venceu quatro vezes na temporada, caminha para ser o mais jovem campeão da história da Stock Car, e ainda não tem destino definido para 2017.

Apesar disso, a probabilidade de o jovem piloto ficar a pé é praticamente nula. Mas é interessante acompanhar a movimentação do paddock e a dança das cadeiras da Stock Car. Resta, agora, acompanhar os anúncios oficiais das equipes e como se desenvolvem as etapas finais na definição do campeão brasileiro e sul-americano da Stock Car.

No final de semana, a principal categoria do automobilismo brasileiro terá a companhia da Fórmula 3 Brasil e do Mercedes-Benz Challenge. Serão cinco corridas para o fã de velocidade não deixar de acompanhar. A programação já está definida e os ingressos estão à venda.

Cavaleiro Sports mantém Negrão até o fim da temporada. Sérgio Jimenez está confiante

Na equipe Cavaleiro Sports, o clima é de otimismo e confiança. O time de Beto Cavaleiro contará com Xandinho Negrão no elenco, até a última corrida, em dezembro, e Sérgio Jimenez segue em franca evolução. O paulista Jimenez está confiante para mais uma etapa em Goiânia. Na terceira prova da temporada, realizada em maio, o piloto de Piedade, marcou pontos, terminando no Top-10, com o sétimo lugar. 

"Na primeira etapa em Goiânia, foi a nossa primeira corrida com essa formação que temos hoje de engenharia e mecânicos. E, na ocasião, já fizemos pontos importantes. Agora estamos muito mais unidos e mais "encaixados". Tivemos na última etapa um pouco de falta de sorte em Curitiba, mas faz parte. Agora já ajustamos os pontos que cometemos os erros, vamos colocar em prática esses acertos e torcer para que façamos o caminho certo. Nossa meta é fazer o máximo de pontos e buscar o pódio, que esta cada dia mais próximo", considerou o dono do Stock #73 que está em 15º na classificação, com 97 pontos. 

Xandinho Negrão está confirmado na Cavaleiro Sports até o final de 2016. Com isso, o piloto de Campinas (SP) irá competir na equipe de Beto Cavaleiro as três etapas que restam da temporada: Goiânia (GO), Curvelo (MG) e a grande final em Interlagos (SP). Ele comemorou a oportunidade. "É muito bom poder dar sequência ao que começamos em Curitiba e poder terminar a temporada. É bom tanto pra mim, como para a equipe, assim podemos ver o potencial de todos", contou. 

E, apesar de não conhecer muito a pista goiana, onde será a próxima etapa, o paulista se mostra animado para a disputa. "Estou muito animado para a próxima etapa. Conheço muito pouco a pista de Goiânia, mas espero conseguir me adaptar rápido ao traçado", disse. 

Dono da volta mais rápida do ano no circuito, Rafael Suzuki chega confiante em Goiânia

Rafael Suzuki cheio de boas expectativas. Em maio, na 3ª etapa do campeonato, o piloto da Geolab Racing foi um dos destaques da rodada, pois liderou o 2º treino livre - marcando o melhor tempo da categoria no fim de semana, com 1min23s433 - e na corrida 1 chegou a brigar pelo pódio. Após largar em 11º, ele estava em 4º lugar quando sofreu com a quebra da suspensão a menos de duas voltas para o fim da prova, e cruzou a linha de chegada em 10º. Dessa forma, Suzuki tem o objetivo de concretizar o bom resultado que lhe escapou na etapa anterior e brigar novamente por um lugar no top-3. 

O circuito de 3,82 quilômetros localizado na capital goiana foi reinaugurado em 2014, mesmo ano que Suzuki estreou na principal categoria do automobilismo brasileiro, e desde então foi palco de cinco etapas, incluindo duas edições da Corrida do Milhão. Com experiência no técnico traçado - que tem a maior reta entre as pistas do calendário e a maioria das curvas de alta velocidade - e confiante no bom acerto da equipe comandada por Mauro Vogel para o carro #8, Suzuki aposta em um bom desempenho desde as primeiras atividades da rodada. 

Faltando apenas três etapas para o fim do campeonato - que, além de Goiânia, passa pelo novo Circuito dos Crystais (MG) no fim deste mês e volta ao Autódromo de Interlagos para o encerramento da temporada em dezembro -, Rafael quer retomar a rota ascendente e somar o máximo de pontos nas cinco corridas que ainda serão realizadas, para fechar o ano o mais próximo possível do top-10 na classificação geral. Durante todo o primeiro semestre, o piloto esteve entre os 15 melhores, mas as quebras nas etapas de Interlagos e Londrina fizeram o piloto perder algumas posições na tabela. Em Curitiba, há três semanas, Suzuki pontuou nas duas corridas, e agora ocupa a 20ª posição, empatado com o 19º, entre os 37 pilotos que já correram neste ano. 

"Tivemos um carro muito competitivo na última corrida em Goiânia, em maio. Infelizmente, faltando menos de duas voltas, a quebra da suspensão nos tirou um ótimo resultado, então volto com vontade de conquistar esse resultado, de brigar novamente pelo pódio. Já mostramos em algumas oportunidades que temos potencial para andar lá na frente, e estou bem confiante em um bom desempenho nesta etapa, especialmente por ser na casa da Geolab, onde teremos uma grande torcida. Vamos com o objetivo de conquistar o máximo de pontos nessa reta final da Stock Car para voltarmos a figurar no top-15 da classificação". Comenta o piloto.


PROGRAMAÇÃO DO EVENTO:

Sexta, 4 de novembro
09h00 - 09h40: F3 Brasil - 1º Treino
09h55 - 10h05: Stock Car - shakedown
10h15 - 11h15: Stock Car - 1º Treino (Grupo 1)
11h20 - 12h20: Stock Car - 1º Treino (Grupo 2)
12h35 - 13h15: F3 Brasil - 2º Treino
14h30 - 15h30: Mercedes-Challenge - 1º Treino (CLA AMG)
15h40 - 16h40: Mercedes-Challenge - 1º Treino (C 250)

Sábado, 5 de novembro
08h15 - 08h55: Stock Car - 2º Treino (Grupo 1)
09h00 - 09h40: Stock Car - 2º Treino (Grupo 2)
09h55 - 10h15: F3 Brasil - Classificação
10h30 - 11h30: Mercedes-Challenge - 2º Treino (CLA AMG/C 250)
12h00 - 13h00: Stock Car - Classificação
13h55 - 14h30: F3 Brasil - Corrida 1
15h00 - 15h20: Mercedes-Challenge - Classificação CLA AMG Cup
15h30 - 15h50: Mercedes-Challenge - Classificação C 250 Cup

Domingo, 6 de novembro
09h25 - 10h00: F3 Brasil - Corrida 2
12h00 - 12h50: Mercedes-Benz Challenge - Corrida
14h00 - 14h45: Stock Car - Corrida 1
15h10 - 15h35: Stock Car - Corrida 2