Pela Fórmula Truck, Felipe Giaffone conquista pole em Guaporé

Nona e penúltima etapa da temporada será disputada neste domingo às 13 horas no autódromo da cidade na serra gaúcha. Última oportunidade de descarte é agora.

Pela Fórmula Truck, Felipe Giaffone conquista pole em Guaporé
(Luciana Flores)

Líder do Campeonato Brasileiro da Fórmula Truck, Felipe Giaffone larga na pole position da nona e penúltima etapa da temporada, marcada para este domingo às 13 horas no Autódromo de Guaporé, na região serrana do Rio Grande do Sul. Na tarde deste sábado, ele completou os 3.080 metros do exigente traçado gaúcho em 1min28s033 e ficou cinco milésimos de segundo à frente de Wellington Cirino. Esta foi a 28ª pole de Giaffone, que fica a uma de igualar o recordista Cirino. 

Melhor do que isso, Giaffone conquistou um ponto de bonificação por largar na posição de honra e ampliou a vantagem na liderança do campeonato. Agora ele tem 323 pontos contra 280 de Paulo Salustiano, que larga na quinta colocação. Esta nona corrida da temporada é a última oportunidade de os pilotos fazerem o descarte obrigatório previsto no regulamento, pois a décima prova não pode ser descartada. 

Com grande regularidade, Giaffone pontuou em todas e hoje teria de descartar 21 pontos, enquanto Salustiano já definiu os pontos a serem jogados fora na prova de Curitiba, quando abandonou. Diogo Pachenki, que também tem possibilidades matemáticas de chegar ao título com seus 275 pontos, larga em terceiro lugar e tem de descartar 18, pois não pode eliminar a exclusão desportiva sofrida em Interlagos.

A última corrida de 2016 foi transferida de Curvelo para Londrina devido à pista da cidade mineira ainda não ter condições de receber a Fórmula Truck. Em vez do dia 4 de dezembro a prova passou para dia 10 do último mês do ano e, pela primeira vez em sua história, a categoria terá uma corrida num sábado. O motivo principal é o aniversário de Londrina, que completa 82 anos de fundação. 

Grid de largada da nona etapa da Fórmula Truck, em Guaporé:

1) Felipe Giaffone (RM Competições-MAN), 1min28s038, média de 126,0 km/h
2) Wellington Cirino (ABF Mercedes-Benz), 1min28s038
3) Diogo Pachenki (Copacol Truck Racing), 1min28s558
4) Roberval Andrade (Dakar Motorsports), 1min28s573
5) Paulo Salustiano (ABF Mercedes-Benz), 1min28s592
6) Raijan Mascarello (ABF Racing Team), 1min28s737
7) Adalberto Jardim (RM Competições-MAN), 1min28s786
8) André Marques (Volkswagen Constellation), sem tempo

Pilotos que não se classificaram para o Top Qualifying

9) Débora Rodrigues (RM Competições-MAN), 1min30s511
10) Alex Fabiano (ABF Azulim Indy Truck Racing), 1min30s767
11) Luiz Lopes (Lucar Motorsport), 1min31s763
12) Ronaldo Kastropil (DF Racing Fans), sem tempo
13) Joel Mendes Júnior (Fábio Fogaça Motorsports), sem tempo
14) David Muffato (MAN TGX), sem tempo
15) Régis Boessio (Boessio Competições), sem tempo
16) Leandro Totti (Clay Truck Racing), sem tempo
17) Djalma Fogaça (DF Racing Fans), sem tempo
18) Beto Monteiro (Lucas Motorsport), sem tempo 

Mudanças no calendário 2016

Pelo segundo ano consecutivo a Fórmula Truck terá a decisão do Campeonato Brasileiro no Autódromo Ayrton Senna, em Londrina, cidade do Norte do Paraná. A mudança no calendário da mais popular categoria do automobilismo da América do Sul foi motivada por o Autódromo do Circuito dos Cristais ainda não se encontrar em condições de receber os caminhões da Fórmula Truck. As instalações foram recém-construídas na cidade de Curvelo, Minas Gerais, e a pista foi inaugurada com prova do Campeonato Mineiro de Marcas e Pilotos.

Além de alterar o local, a data também foi modificada e passou para o sábado, dia 10 de dezembro, às 16 horas, com transmissão ao vivo pela Rede Bandeirantes de Televisão. Pela primeira vez em seus 21 anos de história a categoria realizará uma prova num sábado. O motivo é mais do que justo, pois a cidade de Londrina comemora 82 anos de fundação justamente no dia 10 de dezembro.