"Minha última corrida com este monstro de 1.000 hp": Lucas di Grassi e sua despedida do Audi R18

Barein recebe a última etapa da temporada neste final de semana; será a corrida que encerra a história da Audi no principal campeonato de endurance do planeta

"Minha última corrida com este monstro de 1.000 hp": Lucas di Grassi e sua despedida do Audi R18
(Foto: Audi Sport)

Lucas di Grassi finaliza neste final de semana, no Barein, sua terceira temporada completa no  World Endurance Championship. Piloto da Audi desde o final de 2012, o paulistano de 32 anos encara a prova de seis horas deste domingo (20) já sentindo saudades.

"Minha última corrida com este ‘monstro’ de 1.000 hp... Vou sentir muita falta de pilotar esse carro", afirmou Lucas, referindo-se ao Audi R18, uma das fantásticas peças de engenharia que compõem a classe LMP1 – a mais rápida – do Mundial. Em 2016, o brasileiro conquistou uma vitória e duas pole positions ao lado do francês Loïc Duval e do britânico Oliver Jarvis.

Di Grassi segue com a Audi, que após 17 anos nas corridas de longa duração, anunciou recentemente sua retirada da categoria em um portfólio que inclui 13 vitórias nas 24 Horas de Le Mans. A marca alemã encerra um capítulo de sua história e, junto do piloto brasileiro, mira seu foco e investimento para a Fórmula E, onde Lucas é o atual vice-campeão e piloto que mais vezes subiu ao pódio na série dos carros elétricos.

Apesar de já sentir saudades do R18, o paulistano mantém o foco. "É uma despedida, mas enquanto estivermos sob bandeira verde vamos acelerar o máximo e buscar a vitória, como sempre fizemos até aqui. Temos um objetivo e uma missão a cumprir, que é encerrar a história da Audi no FIA WEC sob aplausos e com o lugar mais alto do pódio", ressaltou.

A largada para as 6 Horas do Barein acontece neste domingo (20) às 11 horas (de Brasília).