Bruno Senna chega ao Bahrein, buscando vice na classe LMP2 do Mundial de Endurance

Etapa do Bahrein completa calendário do WEC e pode confirmar 2º lugar ao trio da RGR Sport

Bruno Senna chega ao Bahrein, buscando vice na classe LMP2 do Mundial de Endurance
(Foto: MF2)

Com o título definido há duas semanas na China, as 6 Horas do Bahrein - 9ª e última etapa do Mundial de Endurance - têm como principal apelo na categoria LMP2 a briga pelo vice-campeonato. Bruno Senna e seus parceiros, o mexicano Ricardo Gonzalez e o português Filipe Albuquerque, mantiveram a segunda colocação em Xangai, mas não podem mais alcançar os novos campeões Gustavo Menezes, Nicolas Lapierre e Stéphane Richelmi. Somam agora 148 pontos, 11 a mais do que Roman Rusinov, o único ainda com chances de complicar os planos dos pilotos da RGR Sport.

Se os números parecem favorecer a equipe do brasileiro, o retrospecto recente indica que será duro manter o time do russo - completado pelos britânicos Alex Brundle e Will Stevens - atrás na classificação final. Eles vêm de duas vitórias seguidas - ganharam também no Japão - e têm o melhor protótipo da divisão. "Eles deveriam estar disparados no campeonato, mas levaram azar em algumas provas", lembra Senna, que precisa de um terceiro lugar no circuito de Sakhir em caso de outra vitória de Rusinov, desde que o Oreca 05-Nissan da G Drive não leve o ponto extra da pole. Neste caso, o empate nos pontos seria desfeito pelo maior número de primeiros lugares de Rusinov - 3 a 2 - contra Senna, Gonzalez e Albuquerque.

Mesmo com a vantagem, Senna garante que a meta na despedida da temporada será lutar pela vitória e não somente uma marcação sobre Rusinov e companheiros. "Sempre entramos para ganhar. Não será fácil, porque nosso carro não estará nenhuma maravilha aqui, mas vamos tentar o melhor resultado possível. Se não der para vencer, aí sim vamos procurar chegar o mais próximo deles que der", comenta.

Os treinos livres serão abertos nesta quinta-feira. Serão duas sessões de 90 minutos, uma com início às 10 h e outra às 14h30 pelo horário de Brasília. O terceiro ensaio e as tomadas classificatórias foram marcados para a sexta-feira. Sábado, a largada será autorizada às 11 horas. Como o Bahrein está atualmente cinco horas a frente, a corrida começará com luz natural e será encerrada à noite. Senna aproveitará o último encontro do ano para continuar as negociações com vistas ao próximo ano. Ele tem conversas avançadas com a RGR Sport para a renovação, mas é alvo do interesse de outras equipes. De certo, no momento, é que seguirá seu envolvimento com a McLaren Automotive e na GT.