Nissan se despede do Mundial de Endurance com vitórias e títulos

Presente nas competições organizadas pela ACO desde 2011, fornecendo motores, Nissan é recordista de vitórias na classe LMP2

Nissan se despede do Mundial de Endurance com vitórias e títulos
Última vitória de um motor Nissan no WEC, foi com a G-Drive Racing no Bahrein. (Foto: Divulgação G-Drive Racing)

A vitória do Oreca 05 #26, da G-Drive Racing na classe LMP2 na última etapa do Mundial de Endurance no Bahrein, marcou o fim da participação da Nissan no WEC. A montadora japonesa fornece motores para a classe LMP2 desde 2011.

Naquele ano foram cinco vitórias na ELMS e Intercontinental Le Mans Cup. No primeiro ano do WEC, em 2012, foram oito vitórias. A partir dali, o motor VK45DEV8 4,5 litros foi o maior vencedor na classe. Com 35 vitórias consecutivas no WEC. Foi o propulsor das equipes, vitoriosas na classe, OAK Racing (2013), SMP Racing (2014), G-Drive (2015) e Signatech Alpine (2016).

Além do WEC, a Nissan, foi o motor vencedor nas 24 horas de Le Mans. Greaves Motorsports (2011), OAK Racing (2013), JOTA Sport (2014), KCMG (2015) e Signatech Alpine (2016). No European Le Mans Series, foram seis campeonatos consecutivos.

“Estamos tristes que o nosso tempo como fornecedora de motores na classe LMP2 chegou ao fim no FIA WEC, mas depois de cinco temporadas e 37 vitórias Estamos imensamente orgulhosos de nosso envolvimento e gratos por ter tido a oportunidade de levar tantas equipes para a vitória,” disse o diretor global da  NISMO Motorsport,Mike Carcamo.

“Apesar da mudança de regra para o próximo ano, a Nissan continua empenhada em corridas de protótipo através da classe LMP3. O nosso motor VK45DE também permanecerá disponível para as equipes que competem na Asian Le Mans Series.”