Nelsinho Piquet e Alan Hellmeister marcam pole para os 500 km da Porsche GT3 Cup em Interlagos

Dupla Christian Hahn e Renan Guerra registra o melhor tempo na classe Challenge

Nelsinho Piquet e Alan Hellmeister marcam pole para os 500 km da Porsche GT3 Cup em Interlagos
(Foto: Fernanda Freixosa)

Os líderes lideraram no quali para os 500 km de Interlagos, terceira e última etapa do campeonato de endurance da Porsche GT3 Cup Challenge.

Na classe Cup, a pole ficou com Alan Hellmeister, líder do campeonato de endurance, que compartilha o carro #5 com o primeiro campeão mundial da Fórmula E, Nelson Piquet Jr. Na classe Challenge, quem levou a posição de honra foi o carro #12, de Christian Hahn e Renan Guerra, dupla líder do certame de longa duração com os carros da geração 997 II.

Os treinos foram bastante movimentados em Interlagos, com os pilotos enfrentando as mais diversas condições de pista –como é característico do principal traçado do Brasil.

Depois de treinos livres sob sol aberto, o quali da Cup teve início com algumas nuvens encobrindo o céu. No grupo A, Hellmeister logo estabeleceu a marca a ser batida, com 1min37s633 em sua segunda volta lançada.

Rodrigo Baptista a seguir assumiu a segunda posição, com 1min37s932. Dois minutos mais tarde Tom Valle cravou 1min37s963. Mas a um minuto do fim da sessão Werner Neugebauer mostrou que não foi por acaso sua vitória na última prova de sprint do ano, há duas semanas em Interlagos, e registrou 1min37s834 para ficar com o segundo tempo do grupo.

Betinho Valério finalizou a sessão em quinto, já na casa de 1min38s.

A seguir foram para a pista os carros da classe Challenge, para o quali do grupo A –em ambas as categorias, andaram primeiro os competidores com menor lastro de performance.

Eloi Khouri iniciou os trabalhos na frente, mas Christian Hahn imediatamente respondeu com uma assombrosa marca: 1min40s482. O competidor do carro #12 impôs espantosos 0s910 sobre o campeão da Challenge Sport, praticamente assegurando a pole para a dupla.

Líder do campeonato “overall” –que soma os pontos de endurance e sprint e confere ao vencedor uma etapa na classe Cup em 2017–, Rodrigo Mello fechou a sessão com o terceiro tempo, 1min42s113. Marcus Vario veio logo a seguir, com Sergio Maggi completando o top5.

Então voltaram à pista os carros da Cup, com a temperatura já mais amena que na sessão do grupo A. Nelsinho Piquet foi o primeiro a andar rápido e logo colocou 1min37s919. Na passagem seguinte foi ainda mais veloz, registrando o melhor tempo do dia: 1min37s331. Então trouxe o carro com as corres da FS Hero para o box e ficou torcendo para ninguém superar sua marca.

Pole na abertura da temporada ao desbancar Pedro Piquet por 81 milésimos com o carro #0 patrocinado pela Cimed, Cacá Bueno insistiu até o final. Ele conseguiu superar a primeira volta de Piquet, mas não a segunda. O pentacampeão da Stock Car registrou uma marca impressionante considerando que era a quarta volta dos seus pneus, mas ficou a 31 milésimos do melhor tempo do dia.

Companheiro de Cacá na Red Bull Racing, Daniel Serra foi o terceiro mais veloz do dia, com 1min37s461. A marca, combinada à volta de Tom Valle no grupo A, garantiu ao carro vencedor da segunda etapa em Goiânia a segunda vaga na primeira fila do grid.

O Porsche #0 parte em terceiro, ao lado do carro #3, dos vice-líderes do campeonato de endurance, Sergio Jimenez e Rodrigo Baptista.

Na terceira fila vão alinhar o carro patrocinado pela Shell, da dupla Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta, ao lado do #54, de Werner Neugebauer em dupla com o tricampeão da Porsche GT3 Cup, Ricardo Rosset.

Na segunda fase do treino da Challenge, com uma garoa fina em alguns trechos do traçado, Nonô Figueiredo mais uma vez mostrou amplo conhecimento dos carros de corrida mais produzidos no planeta. Andou na casa de 1min40s, fez o segundo melhor tempo do dia e garantiu ao carro #2 o terceiro lugar na classe.

Renan Guerra só teve o trabalho de fazer uma volta lançada, salvou pneus e ratificou a pole previamente antecipada por Chris Hahn. Marco Cozzi lutou até a bandeirada para baixar sua marca com o carro #23 e saiu recompensado com o segundo lugar –nesta etapa, além de Eloi Khouri o carro tem na tripulação o jovem Enzo Bortoleto, piloto regular da F3 Britânica.

O trio Rodrigo Mello, Tom Filho e Pedro Nunes parte em quarto na categoria, com Marcus Vario e Matheus Iorio completando o top5.

Entre os principais postulantes aos títulos de campeões “overall” na Cup, o dia foi de Lico Kaesemodel sobre Miguel Paludo. O campeão de sprint em 2016 e vencedor do capacete de ouro na categoria nacional larga em quinto, com o bicampeão alinhando em 12o em dupla com o americano Justin Allgaier, terceiro colocado no campeonato da Nascar Xfinity Series há uma semana.

O piloto da Cup que somar mais pontos nos rankings combinados de sprint e endurance ganha o direito de correr a preliminar das 24 Horas de Le Mans em 2017, uma prova na qual largam mais de 40 Porsches com pilotos de todo o mundo.

Na classe Challenge o prognóstico é de um confronto direto entre os carros #23 e #19, com a disputa entre Khouri e Rodrigo Mello. O estreante parte duas posições à frente, mas está 4 pontos atrás no ranking combinado. Para o vencedor com os carros da geração 997 II, o prêmio será uma etapa da classe Cup em 2017.

Neste sábado a corrida que conta com meia dúzia de ex-competidores da F1 tem largada marcada para 16h30. Serão 500 km ou quatro horas de corrida. Os stints têm tempo máximo de 35 minutos, com as paradas de box de pelo menos 6 minutos de duração.

Como a prova tem largada com luz do dia e chegada à noite, a organização do campeonato Sul-Americano da Porsche GT3 Cup Challenge programou a instalação de mais de duas dezenas de holofotes ao redor do traçado. Os carros de corrida mais produzidos no mundo contam com faróis e competem nos maiores eventos de GranTurismo do mundo sem necessidade de iluminação externa, mas foi uma medida da organização para ampliar a visibilidade e favorecer a transmissão da prova, garantindo mais segurança também em eventuais operações de resgate dos carros à noite.

Porsche GT3 Cup Challenge – 500 km de Interlagos grid (média dos tempos):

#5 Alan Hellmeister e Nelsinho Piquet 1min37482
#99 Tom Valle e Daniel Serra 1min37s712
#0 Cacá Bueno, Claudio Dahruj e Marcelo Franco 1min37s792
#3 Rodrigo Baptista e Sergio Jimenez 1min37s823
#63 Lico Kaesemodel e Ricardo Zonta 1min37s838
#54 Werner Neugebauer e Ricardo Rosset 1min37s850
#34 Maurizio Billi e Ricardo Mauricio 1min37s944
#16 Marcelo Hahn e Allam Khodair 1min37s996
#77 Ricardo Baptista, Daniel Schneider e Valdeno Brito 1min38s013
#4 Beto Valério e Felipe Fraga 1min38s087
#13 Pedro Queirolo, Marcel Visconde e JP Mauro 1min38s405
#7 Miguel Paludo e Justin Allgaier 1min38s434
#8 Darío Giustozzi, Esteban Gini e Gaston Mazzacane 1min38s780
#88 Edu Azevedo, Antonio Pizzonia e Sylvio de Barros 1min38s914
#12 CHA Christian Hahn e Renan Guerra 1min40s760
#23 CHA Eloi Khouri, Marco Cozzi e Enzo Bortoleto 1min41s251
#2 CHA Marcio Basso e Nonô Figueiredo 1min41s702
#19 CHA Rodrigo Mello, Tom Filho e Pedro Nunes 1min41s942
#55 CHA Marcus Vario e Matheus Iorio 1min42s057
#50 CHA Ramon Alcaraz e Luciano Burti 1min42s385
#11 CHA Luca Seripieri e Betinho Gresse 1min42s658
#27 CHA Rouman Ziemkiewicz e Luis Fernando Elias 1min42s899
#69 CHA Sergio Maggi, Mau Zanella e Franco Giaffone 1min42s963
#53 CHA Rodolfo Toni e Dennis Dirani 1min42s988
#38 CHA Roberto Samed e Marcio Mauro 1min42s999
#18 CHA Alan Turres e Carlos Ambrósio 1min43s051
#25 CHA Guilherme Reischl e Mauricio Salla 1min43s793
#17 CHA Alcides Amaral, Rodrigo Hanashiro e Marcelo Parodi 1min44s609