Sérgio Jimenez e Rodrigo Baptista vencem pela Porsche GT3 Cup em Interlagos

Atletas HTPro completaram os 500 km da prova em São Paulo, em 3h46min52, e garantiram o vice-campeonato da Endurance Cup

Sérgio Jimenez e Rodrigo Baptista vencem pela Porsche GT3 Cup em Interlagos
Sérgio Jimenez e Rodrigo Baptista (Fernanda Freixosa / Divulgação

Com uma estratégia perfeita e muita velocidade na pista do Autódromo Internacional de Interlagos, Sérgio Jimenez e Rodrigo Baptista venceram a nona e última etapa da temporada da Porsche GT3 Cup, na noite deste sábado (26). Com o resultado, a dupla de atletas HTPro garantiu o vice-campeonato da Endurance Cup, com ambos conquistando 213 pontos, apenas um ponto atrás do campeão, Alan Hellmeister. Jimenez iniciou a prova, passou o carro para Digo e em seguida voltou ao cockpit nas voltas finais e cruzou a linha de chegada em 3h46min52 para completar os 500 km da decisão.

O resultado deixou Sérgio Jimenez e Rodrigo Baptista muito felizes e satisfeitos. "É um prazer imenso correr ao lado do Digo, piloto que ajudei no ano passado e em 2016 corremos juntos na Europa, onde o aprendizado dele foi enorme. Ele cresceu e evoluiu muito como piloto neste período. Gostaria de agradecer a HTPro Nutrition. Sem o apoio da empresa nada disso teria acontecido", comemorou Jimenez. "Fico muito contente pela vitória. Andei o ano todo com o Jimenez em provas longas na Europa e acho que isso pesou em nosso favor. Estou muito feliz com nosso feito aqui em Interlagos", completou Digo.

Após largar em quarto lugar e manter a colocação para a dupla depois da primeira volta, Sérgio Jimenez já aparecia em terceiro lugar após 15 minutos de prova. No fim da 20ª volta os ponteiros entraram nos pits. Jimenez arriscou ficar mais uma volta e a estratégia funcionou. Rodrigo Baptista retornou com o carro #3 na pista à frente de Nelsinho Piquet com o #5, que ficou encaixotado atrás de carros da Challenge. Com 50 minutos de prova e 26 voltas completadas, a diferença entre os três primeiros - Rodrigo Baptista, Ricardo Zonta e Nelsinho Piquet- era inferior a meio segundo.

Na 50ª volta, a garoa fina virou chuva leve, obrigando alguns carros a frequentar a área de escape. Rodrigo Baptista vinha firme em primeiro com a vantagem sobre Nelsinho oscilando na casa de 15s. Na 77ª volta, Alan Hellmeister, companheiro de Nelsinho, trouxe a diferença para 9s. Mas, com uma tocada segura, Sérgio Jimenez controlou a prova. Na centésima volta os dois primeiros vinham separados por 6s170. Após um stint final, Jimenez completou 117 voltas na primeira colocação.

"Foi uma corrida super intensa. Assumimos a liderança após uma volta rápida minha quando os adversários optaram por parar antes. Neste momento entrou o Rodrigo com pneus novos e deu certo. Ele imprimiu um ritmo muito forte. Ele fez dois stints seguidos e conseguimos uma boa vantagem. Entrei para os stints finais e fiz três seguidos, mesmo usando pneus mais desgastados. Por isso, foi super difícil levar até o final, com garoa e pneus gastos", relembrou Jimenez.

Se na classificação da Endurance Cup ambos finalizaram com o vice-campeonato, Digo ainda foi destaque na classificação geral da Porsche GT3 Cup, no Overall Cup. Com os 213 pontos da Endurance e outros 32 garantidos na Sprint, realizada durante o GP Brasil de Fórmula 1, Digo concluiu a Overall Cup com quinto lugar, com 245 pontos, na disputa vencida por Miguel Paludo, com 319. Sérgio Jimenez foi o sétimo, com os mesmos 213 pontos.