Aston Martin e sua conquista em Le Mans

Equipe britânica vence com os estreantes Daniel Serra e Jonny Adam e o experiente Darren Turner

Aston Martin e sua conquista em Le Mans
(Foto: Aston Martin)

A vitória da Aston Martin está cheia de simbolismos. Após um hiato de quase 10 anos desde o último feito, ainda na classe GT1 com David Brabham, Antonio Garcia e Darren Turner a bordo do Aston DBR9. Desde então a equipe ensaiou um projeto na classe LMP1 com os protótipos B09/60 em parceria com a Lola em 2010 e o AMR-ONE, que sequer completou uma volta em Le Mans no ano de 2011.

Desde então o time britânico vem assiduamente competindo no Mundial de Endurance. A vitória veio depois de uma luta com o Corvette #63. Os dois GTs entraram na mesma volta nos boxes, voltando para a pista praticamente juntos. Jonny Adam foi escalado para levar o Vantage GTE até a linha de chegada, para vencer precisava superar Jordan Taylor que estava a bordo do Corvette.

Mesmo com um carro superior, Jonny acabou encontrando dificuldades em superar Taylor na pista. Acabou contando com a sorte, pois o pneu dianteiro esquerdo furou. Tudo aconteceu na última volta.

Jonny Adam partilhou o #97 com o experiente Darren Turner e o estreante Daniel Serra. “Foi  Daniel e Darren que me colocaram nessa posição para batalhar pela vitória. Não cometemos erros e fizemos o nosso melhor para manter o carro fora dos problemas. Foi um último stint  extremamente difícil, quase superei o Corvette na saída do pit, mas nosso objetivo era não desistir. Ele parecia fraco em algumas curvas e eu sabia que tinha de capitalizar sobre elas e quando encostei em seu pára-choques eu sabia que era agora ou nunca que eu iria ganhar Le Mans. Temos isso e foi muito legal conquistar isso antes da  linha de chegada e ver os fãs nas arquibancadas e a equipe no muro celebrando.”

AMR-ONE e B09/60. O primeiro sequer correu. O segundo não conseguiu fazer frente aos modelos diesel. (Foto: Aston Martins e Ultimate Carpage)
AMR-ONE e B09/60. O primeiro sequer correu. O segundo não conseguiu fazer frente aos modelos diesel. (Foto: Aston Martins e Ultimate Carpage)

Sendo o mais experiente do trio, Darren Turner conquistou a pole, com um novo recorde para a classe. Vencedor em 2007 e 2008 com o AMR DBR9 acrescentou:“Desde nossa preparação, sabia que seria uma batalha épica e foi desde o início. A Aston Martin sempre esteve entre os primeiros na classe GTE-PRO. Eu tenho que dizer último stint de Jonny foi excepcional assim como o trabalho de Daniel’, considerando que foi sua primeira vez em Le Mans foi ótimo, eu não poderia pedir dois melhores companheiros de equipe. A equipe fez um trabalho excepcional durante toda a noite. Estou tão orgulhoso de fazer parte desta equipe. Foi um grande esforço da equipe e foi ótimo estar no degrau mais alto do pódio. É  uma pena que a equipe não poderia se juntar a nós no pódio. Pessoalmente, este foi o meu melhor Le Mans e minha vitória mais doce.”

 Estreando na prova, Daniel Serra conquistou também o tempo de volta mais rápido na classe GTE. “Eu não tenho palavras para descrever o sentimento. Foi a minha primeira vez em Le Mans e para começar na pole já foi incrível, em seguida, estabelecendo o recorde de corrida e finalmente ganhando na última volta foi incrível. Sou muito grato a Aston Martin Racing por colocar a sua confiança em mim, um novato, para minha primeira vez em Le Mans. Além disso, um grande obrigado a Jonny e Darren por toda a ajuda e apoio que me deram para aprender sobre esta corrida o mais rápido possível. Estou tão feliz. Eu não tenho palavras. Eu só ganhou a maior corrida no automobilismo, é incrível.”

 A próxima etapa do Mundial de Endurance acontece no dia 16 de julho com as 6 Horas de Nurburgring.

TF Sport e suas duas vitórias no Road to Le Mans

DIRK BOGAERTS / ADRENALMEDIA.COM
DIRK BOGAERTS / ADRENALMEDIA.COM

A conquistas da Aston Martin não foi apenas na classe GTE-PRO nas 24 horas de Le Mans. A equipe TF Sport, venceu as duas baterias do Road to Le Mans, evento suporte que faz parte do Michelin Le Mans Cup para equipes LMP3 e GT3.

Ahmad Al Harthy e Tom Jackson, pilotaram o Aston Martin #97 da equipe TF Sport. A dupla lidera o Le Mans Cup na classe GT3 com 31 pontos. Na segunda posição na classe estão Lee Mowle e Phil Keen com 28.5 pontos.

Resultado corrida 1

Resultado corrida 2

Largando na 10º colocação a dupla precisou se superar para conquistar as duas vitórias. Ainda na primeira corrida, que aconteceu na quinta-feira 15, a dupla alcançou a sexta posição ainda na primeira volta. “Eu não fiz a melhor curva, perdendo uma posição, mas consegui recuperar.” Explicou Tom Jackson.

Ele continuou a galgar posições, entregando o carro na quinta colocação para Al Harthy. Com uma pilotagem forte, acabou encostando na Ferri #95 líder até então. A sorte sorriu para a TF e a Ferrari acabou sendo punida por irregularidades nos boxes.“Honestamente, os últimos 12 minutos foram os mais longos da minha vida”, disse Jackson. “Eu realmente não estava muito feliz comigo mesmo depois de se qualificar, mas a corrida foi incrível. Eu tive tão poucas voltas em um carro GT3 e vencer aqui em Le Mans é algo realmente especial.”

A segunda corrida começou com Al Harthy ao volante do #97. Largando bem, conseguiu 10 segundos em relação ao segundo colocado. Com tal vantagem, entregou o carro para Jackson ainda na liderança da prova. “Este é um resultado fantástico para TF Sport aqui em Le Mans”, disse Tom Ferrier, diretor da equipe. “É ótimo para Ahmad vencer aqui em um novo campeonato para ele e tem sido um prazer receber Tom na equipe pela primeira vez. Ele é novo mas foi impecável ao volante.”

Com duas vitórias Jackson, o sonho e vencer se tornou realidade. “Dizer que é um bom resultado é um eufemismo”, disse ele. “Honestamente, eu esperava vir aqui e conduzir no circuito em um Aston. Em seguida, vencemos a primeira corrida a partir de uma posição complicada no grid, e tudo se tornou muito real. A equipe foi fantástica e eles me deram um carro perfeito e o nível certo de informações para fazer o meu trabalho. Ficar ao lado do meu engenheiro Mike foi um verdadeiro prazer e espero que possamos fazer isso novamente algum dia com a TF Sport.”

 


Share on Facebook