Allam Khodair satisfeito com resultado em Londrina

Prova de recuperação mostrou que o piloto da Full Time Texaco pode voltar a brigar por vitórias na reta final do campeonato

Allam Khodair satisfeito com resultado em Londrina
(Rodrigo Guimarães)

Mesmo saindo do fundo do grid, Allam Khodair conseguiu fazer uma boa prova de recuperação e foi um dos destaques da oitava etapa da temporada da Stock Car, disputada neste final de semana, em Londrina. Na base da superação, o piloto da Full Time Texaco foi nono colocado na segunda prova do dia.

“Embora o resultado esteja abaixo de tudo o que eu a equipe mostramos ao longo dos últimos anos, temos um ponto importante a ser comemorado neste final de semana: nosso carro voltou a ter um rendimento consistente, algo que não vinha acontecendo nas provas deste ano. Isso mostra que estamos no caminho correto para voltar a vencer”, disse o Japonês Voador.

Prova deste salto de qualidade foram os tempos do #18 na segunda corrida deste domingo. Além do grande salto de posições, Khodair emplacou a segunda volta mais rápida da prova. “Agora o objetivo é classificar melhor. Largando mais à frente, vamos brigar pelas primeiras posições em condição de igualdade com os líderes do campeonato”, finalizou o piloto. 

A próxima etapa da Stock Car está marcada para o dia 01 de Outubro, em Buenos Aires, na Argentina.

Cavaleiro Sports conquista bons pontos em Londrina

Suzuki sofre punição na corrida 2. (Foto: Divulgação)
Suzuki sofre punição na corrida 2. (Foto: Divulgação)

Com uma rodada dupla movimentada e com grandes ultrapassagens a equipe Cavaleiro Sports conquistou neste domingo pontos importantes na oitava etapa da Stock Car em Londrina, PR. Sendo um dos destaques no treino classificatório o piloto Rafael Suzuki que saiu da quarta fila, na oitava posição, fechou o domingo pontuando nas duas provas. Ele conquistou a 15ª e 11ª colocações, respectivamente.

"Obviamente a gente esperava um pouco mais das duas corridas, na primeira eu não larguei bem, e acabei perdendo umas duas ou três posições, mas depois eu tive uma dificuldade que temos que investigar o por quê. Eu não estava rápido, não estava sentindo o carro na mão, mas na segunda prova acho que a equipe fez a estratégia certa, me chamou para os boxes, corrigiu, trocou os pneus e foi completamente diferente o ritmo, mesmo largando dos boxes, chegar em 11º significa que nosso carro era bom. Feliz em somar alguns pontos, mas vamos trabalhar para melhorar, acho que de classificação a gente está muito bem, temos que melhorar o ritmo de corrida, mas de qualquer forma a equipe está evoluindo sempre", explicou Suzuki. 

Companheiro de equipe de Suzuki, Felipe Lapenna não teve a mesma sorte e desempenho, e foi penalizado na segunda prova com um drive through e não completou a corrida. Os resultados, apesar de positivos no quesito pontos, não foram os esperados para o chefe de equipe Beto Cavaleiro. "O Suzuki deu uma salvada na gente, tinha um carro muito rápido, nos treinos e classificação, mas hoje passamos do ponto mais uma vez e o carro ficou um pouco difícil de guiar. Muito traseiro pro Suzuki, uma pena foi na estratégia. Já o Lapenna, infelizmente deu um toque em outro piloto e tomou uma penalização e jogamos fora nossa estratégia dois", analisou.