Felipe Fraga e Rubens Barrichello vencem na Argentina pela Stock Car

Atual campeão da Stock Car foi o maior pontuador da rodada dupla, com 40 pontos conquistados. Próxima corrida será no autódromo de Tarumã, no dia 22 de outubro

Felipe Fraga e Rubens Barrichello vencem na Argentina pela Stock Car
Barrichello tirou vantagem da pista molhada para vencer corrida 2. (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Felipe Fraga e Rubens Barrichello foram os destaques da nona etapa da Stock Car 2017, disputada neste domingo (1/09), em Buenos Aires. Na primeira prova Fraga largou na terceira posição e superou Thiago Camilo e Daniel Serra em uma única manobra, para  assim vencer pela quarta vez na temporada. Já na segunda prova, Rubens Barrichello contou com uma estratégia perfeita para vencer e comover o autódromo argentino, que celebrou a vitória do ex Fórmula 1 como se fosse de um piloto argentino. Max Wilson terminou a prova em segundo e Raphael Suzuki finalizou em terceiro, comemorando seu primeiro pódio na categoria.

Quem mais somou pontos no final de semana foi Felipe Fraga, com 40. Agora o piloto da Cimed Racing Team assumiu a terceira posição, com 214 pontos. A liderança segue nas mãos de Daniel Serra, mas a diferença para o segundo colocado Thiago Camilo, que era de 13, caiu para apenas quatro pontos - 259 a 255. Na votação do HERO Push da etapa, os vencedores foram Rubens Barrichello, Bia Figueiredo e Thiago Camilo.

Corrida 1

Felipe Fraga aproveitou o carro mais rápido e utilizou o botão de ultrapassagem no momento certo na reta para passar por Daniel Serra e Thiago Camilo e vencer a primeira corrida realizada no Autódromo Juan y Oscar Galvez. Thiago Camilo ficou com a segunda posição, seguido por Daniel Serra.

A largada da corrida foi feita com o carro de segurança devido à pista molhada por conta da chuva que caiu durante a madrugada e boa parte do dia em Buenos Aires. Mas o carro do piloto da Cimed Racing e atual campeão da Stock Car apresentou bom desempenho com o asfalto escorregadio. “Ontem faltou pouco para fazer a pole, ficamos um pouco triste porque sabemos onde erramos. No warm up o carro rendeu bem na chuva e soube usar o botão de ultrapassagem no momento certo, o Thiago Camilo e o Daniel Serra patinaram na pista e consegui fazer as ultrapassagens”, explicou Fraga.

Thiago Camilo comemorou a segunda posição e o duelo particular com Daniel Serra. “Estou feliz, reduzi um pouco a diferença para o Daniel Serra, consegui ultrapassá-lo na corrida.  Tem que ir devagar, esses pontos podem fazer a diferença no campeonato. Importante é continuar na briga”, comentou Camilo.

Daniel Serra largou na pole e se manteve em primeiro nas voltas iniciais, mas não conseguiu segurar Fraga na reta e depois da parada para reabastecimento perdeu a segunda posição para Camilo. “Eu devia ter usado o botão de ultrapassagem na relargada, tinha uma boa vantagem, devia ter acionado o push, mas mesmo assim seria difícil segurar o Felipe, ele estava muito rápido. Optamos por usar um pneu mais velho na chuva e acabamos pagando por isso”, destacou o piloto da Eurofarma RC.

Confira a classificação final da primeira corrida em Buenos Aires:

1. Felipe Fraga

2. Thiago Camilo

3. Daniel Serra

4. Diego Nunes

5. Marcos Gomes

6. Ricardo Mauricio

7. Valdeno Brito

8. Allam Khodair

9. Gabriel Casagrande 

10. Átila Abreu

11. Betinho Valério 

12. Antonio Pizzonia

13. Guilherme Salas

14. Ricardo Zonta

15. Cesar Ramos

16. Tuka Rocha

17. Max Wilson

18. Sérgio Jimenez

19. Cacá Bueno

20. Rafael Suzuki

21. Rubens Barrichello

22. Felipe Lapenna

23. Denis Navarro

24. Lucas Foresti

25. Galid Osman

26. Bia Figueiredo

27. Julio Campos

28. Vitor Genz

29. Marcio Campos

30. Guga Lima

Corrida 2

Como de costume, a segunda corrida realizada no autódromo Juan y Oscar Galvez, em Buenos Aires, na Argentina foi definida por uma série de ultrapassagens e a estratégia na parada para reabastecimento na primeira prova. Entre os pilotos que optaram por colocar pneu para pista seca, Rubens Barrichello levou a melhor e venceu a corrida. Max Wilson e Rafael Suzuki completaram o pódio.

Depois de uma primeira corrida disputada com pista molhada, o asfalto foi secando e após ter um pneu furado, Barrichello optou por colocar compostos para pista seca na segunda prova. Com uma série de ultrapassagens depois de largar na 21ª posição do grid, iniciou a escalada mesmo com a visão prejudicada devido a uma pedra que atingiu seu vidro. “Foi uma grande corrida, o vidro do carro quebrou bem no meu campo de visão. Estou muito feliz, é uma vitória para deixar a gente animado depois de uma etapa que não começou muito boa para a equipe. O acaso nos levou a colocar o slick. O meu carro estava muito bom e no final foi só controlar o consumo de combustível”. 

Max Wilson conquistou a segunda posição ao ultrapassar Rafael Suzuki nas últimas voltas da prova. O piloto da RCM Competições, que já venceu na temporada, comemorou a volta ao pódio. “Estava precisando desse pódio, errei na primeira corrida e decidi ir para o tudo ou nada na segunda. Bom que deu certo. Estou feliz pela segunda colocação e pela vitória de um grande amigo”. 

Mesmo depois de perder a segunda posição nas últimas voltas, Rafael Suzuki destacou o seu melhor resultado em 2017. “Muito feliz por mim e pela equipe. Sempre estávamos próximos de um pódio e estava faltando esse resultado para gente coroar nosso crescimento durante esta temporada”.

A próxima etapa da Stock Car será realizada no autódromo de Tarumã, em Viamão, no Rio Grande do Sul, no dia 22 de outubro.

Confira o resultado final da segunda corrida em Buenos Aires:

1.  Rubens Barrichello 

2.  Max Wilson

3.  Rafael Suzuki

4.  Julio campos

5.  Cacá Bueno

6.  Felipe Fraga

7.  Gabriel Casagrande

8.  Antonio Pizzonia

9.  Cesar Ramos

10.  Thiago Camilo

11.  Tuka Rocha

12.  Ricardo Zonta

13.  Denis Navarro

14.  Átila Abreu

15.  Diego Nunes

16.  Vitor Genz

17.  Sérgio Jimenez

18.  Guga Lima

19.  Valdeno Brito

20.  Ricardo Mauricio

21.  Allam Khodair

22.  Daniel Serra

23.  Marcos Gomes

24.  Guilheme Salas

25.  Betinho Valério

26.  Felipe Lapenna

27.  Galid Osman

28.  Lucas Foresti

29.  Bia Figueiredo

30.  Marcio Campos

Classificação do campeonato após nove etapas (top-10):

1- Daniel Serra - 259 pontos

2- Thiago Camilo - 255

3- Felipe Fraga 214

4- Átila Abreu - 203

5- Rubens Barrichello - 186

6- Cacá Bueno - 181

7- Max Wilson - 178

8- Marcos Gomes - 162

9- Ricardo Maurício - 156

10- Gabriel Casagrande - 143

Motor