Pilotos da Hot Car Competições tem dia difícil pela Stock Car em Buenos Aires

Chuva foi um dos desafios durante as duas baterias

Pilotos da Hot Car Competições tem dia difícil pela Stock Car em Buenos Aires
(Foto: Vanderley Soares)

Depois de 10 anos, a Stock Car voltou a Buenos Aires, na Argentina, para a disputa da nona etapa da temporada 2017 e o tempo instável, com chuva neste domingo (dia 1), tornou as corridas imprevisíveis e emocionantes. Felipe Fraga ficou com a vitória na primeira prova, seguido por Thiago Camilo e Daniel Serra, que havia largado na pole position. Na segunda corrida, triunfo de Rubens Barrichello, com Max Wilson em segundo e Rafael Suzuki em terceiro.

Serra, que acabou abandonando a segunda prova, segue na liderança, mas viu Camilo se aproximar na briga pelo título, 259 pontos a 255.

Na equipe Hot Car Competições, a etapa não trouxe os resultados esperados e o time de Amadeu Rodrigues não conseguiu repetir o pódio conquistado na pista portenha em 2017. Sérgio Jimenez ainda conseguiu pontuar na corrida 1, terminado em 18o. Guga Lima acabou não completando a prova. Na segunda bateria, Jimenez cruzou a linha de chegada em 17o, com Lima logo atrás.

Nos treinos de sexta-feira (29) e sábado (30), a equipe trabalhou forte em busca de um melhor acerto para o traçado misto de 3.353 metros do Autódromo Oscar e Juan Galvez. Jimenez ficou em 24o no grid, com Lima em 29o.

Depois de dois dias com pista seca, a chuva decidiu cair no domingo, trazendo mais emoção para a disputa. Na segunda prova, o asfalto chegou a secar e alguns pilotos arriscaram com pneus slick. Com largadas com Safety Car, algumas intervenções do carro de segurança durante as disputas, as provas tiveram alguns toques e boas ultrapassagens.

Jimenez contou que o carro estava bem em condições de chuva, mas teve problemas com o desembaçador do carro logo após a largada, o que prejudicou sua visibilidade.

“Demoramos um pouco para achar o acerto do carro para ser veloz. No classificatório, deu uma melhorada, mas ainda largamos atrás. E veio a chuva hoje, o que seria bom para nós. Andei bem no warm up nestas condições, mas antes de largar começou e embaçar o meu vidro e não conseguia enxergar nada. Sorte que eu não bati, consegui parar nos boxes e arrumar. Não perdi uma volta, mas voltei muito atrás. O que dá pra tirar de positivo é que na chuva a gente era veloz. Mas lá atrás não deu para fazer muita coisa”, comentou Jimenez.

“Na segunda corrida, poderíamos ter tentado arriscar, colocar os pneus slick quando deu Safety Car, mas acabamos não arriscando e, ainda na relargada, tive um toque e fui lá pra trás. Perdemos a chance de ter um resultado bom nesta etapa, mas vamos para a próxima”, completou o paulista do Stock #73.

Piloto mais jovem da Stock Car, com 21 anos, Guga Lima nunca havia corrido em Buenos Aires e gostou da experiência. “Foi minha primeira vez aqui. Gostei da cidade, o autódromo é muito legal e o público também foi muito bacana. Achei o evento da TC2000 muito interessante também”, disse.

“Com relação as nossas corridas, foi uma pena o que aconteceu. Na primeira prova, na chuva, eu fui surpreendido pelo Jimenez, que estava com problemas para enxergar. Ele estava praticamente parado, eu também tinha pouca visibilidade e, na hora que eu o vi, tomei um susto e já estava em cima dele. Fui desviar e saí na grama. Com tudo molhado, não teve nem como voltar para a pista e bati”, contou.

“Consegui voltar para os boxes, arrumamos o carro e coloquei os pneus slicks para a segunda corrida. Larguei bem, estava num ritmo bom, já no meio do grid, mas na relargada do Safety Car, fui tentar defender minha posição e peguei uma poça. Na hora que eu freei, o carro saiu de traseira e foi pra grama. Uma pena. Poderíamos fazer um top-10, porque eu estava atrás do Julio (Campos) e ele foi quarto. Perdi a chance neste erro, mas é erguer a cabeça e ir pra Tarumã”, finalizou o piloto do Stock #9.

A décima etapa da temporada acontecerá no dia 22 na pista de Tarumã, em Viamão (RS).

Os resultados das corridas em Buenos Aires:

Corrida 1 - Resultado (top-10):
1- Felipe Fraga
2- Thiago Camilo
3- Daniel Serra
4- Diego Nunes
5- Marcos Gomes
6- Ricardo Maurício
7- Valdeno Brito
8- Allam Khodair
9- Gabriel Casagrande
10- Átila Abreu
18- Sérgio Jimenez
30 – Guga Lima

Corrida 2 - Resultado (top-10):
1- Rubens Barrichello
2- Max Wilson
3- Rafael Suzuki
4- Julio Campos
5- Cacá Bueno
6- Felipe Fraga
7-Gabriel Casagrande
8- Antonio Pizzonia
9- Cezar Ramos
10- Thiago Camilo
17- Sérgio Jimenez
18 – Guga Lima

Classificação do campeonato (Top-10):
1- Daniel Serra - 259 pontos
2- Thiago Camilo - 255
3- Felipe Fraga- 214
4- Átila Abreu - 203
5- Rubens Barrichello - 186
6- Cacá Bueno - 181
7- Max Wilson - 178
8- Marcos Gomes - 162
9- Ricardo Maurício - 156
10- Gabriel Casagrande – 143
23- Sergio Jimenez - 49
30- Guga Lima – 18

Motor