Dorivaldo Gondra Jr e Rogério dos Santos satisfeitos com participação no 31º Casvavel de Ouro

Prova realizada no Paraná no último final de semana

Dorivaldo Gondra Jr e Rogério dos Santos satisfeitos com participação no 31º Casvavel de Ouro
(Foto: Divulgação)
A Comemoração dos 50 anos da Cascavel de Ouro foi, prova realizada no circuito de Cascavel no Paraná no ultimo domingo, 05, contou com mais de cem pilotos inscritos. Os pilotos Dorivaldo Gondra Jr e Rogério "Jegue" dos Santos 
O piloto de Pernambuco, Dorivaldo Gondra Jr, um fanático por automobilismo iniciou sua trajetória em 2001 no Kart, sendo vice-campeão da Seletiva Petrobrás em 2002 na etapa de Natal/RN, e participando em 2004 da Fórmula BMW Ibérica e Troféu Norte de Portugal de Kart Rotax. Nos anos de 2011 à 2013 participou da Fórmula 3 SulAmericana, conquistando  três pódios, nas etapas de Jacarepaguá e Caruaru, em 2013 sagrou-se o vencedor do GP de Curitiba da Fórmula Premium. E em seu ano de estréia no Marcas e Pilotos de Pernambucano e Paraíbano conquistou o vice-campeonato. Neste ano o piloto está na briga pelo título da Copa Nordeste de Marcas.
Rogério dos Santos, conhecido como "Jegue Voador" também tem no seu currículo muitas conquistas, tais como, Penta Campeão da Copa Fiat de Velocidade, Vice-campeão Brasileiro de Marcas e Pilotos em 1986, venceu a prova preliminar da Fórmula 1 em Jacarepaguá em 1987 em dupla com Ingo Hoffmann, em 1988 foi o vencedor da 7ª etapa do Campeonato Brasileiro de Marcas e Pilotos com o Passat Turbo, entre outras conquistas.
A dupla no GM Celta #146 preparado pela equipe Fast Racing numa das maiores edições da Cascavel de Ouro. Os treinos livres iniciaram-se na quinta-feira (02), a dupla marcou o quinto tempo mais rápido. As sessões de treinos livres oficiais de sexta-feira foram sob condição de pista molhada - e bem molhada-, fizeram o 15º tempo mais rápido entre os 50 carros no grid. A tomada de tempo foi disputada no sábado em duas baterias, uma para cada piloto, Jegue conquistou o 35º tempo e Dorivaldo o 38º. Na soma dos dois tempos, a dupla conquistou a 35ª posição no grid.
A largada foi bastante movimentada, Jegue largou dos boxes, e conquistou sete posições durante seu "stint", Dorivaldo assumiu o carro e se manteve constante, virando tempo de corrida 1m21s. Jegue reassumiu o carro, e vinha num ritmo forte de corrida com a 25ª colocação no grid, mas com 1 horas de 40 minutos aproximadamente, a quebra do motor impossibilitou a dupla de completar a prova.