Abandono marca participação de Pipo Derani nas 24 horas de Daytona

Brasileiro enfrentou quebras na primeira etapa da IMSA nos Estados Unidos

Abandono marca participação de Pipo Derani nas 24 horas de Daytona
(Foto: Divulgação)

A edição de 2018 das 24 Horas de Daytona, disputada no último domingo (dia 28), foi uma das mais difíceis dos últimos anos em virtude das exigências e das condições climáticas, que levaram os pilotos e suas máquinas ao limite.

Pilotando o #22 Nissan Onroak DPi da equipe Tequila Patrón ESM, ao lado dos companheiros Nicolas Lapierre (Fra) e Johannes van Overbeek (EUA), o brasileiro Pipo Derani buscava repetir sua vitória de 2016 em Daytona.

Foi um duro início para o trio, depois de terem de largar do final do grid. Mas, após uma ótima largada de Lapierre, Derani assumiu a direção e acelerou forte para andar entre os líderes novamente, comprovando por que é um dos destaques no lendário circuito.

Apesar do desgaste dos pneus, Derani conseguiu um progresso significante e chegou ao top-3, com uma soberba ultrapassagem sobre o Cadillac de Ryan Hunter-Reay.

Após a primeira bandeira amarela, no início da terceira hora da disputa, Derani já estava próximo dos líderes, mas um furo inesperado no pneu traseiro direito forçou o brasileiro a ir para os boxes.

Determinado, o piloto voltou à pista e chegou a estar na briga novamente, ocupando a quinta posição, antes que um problema no motor forçasse o piloto a retornar aos boxes. O problema obrigou a Tequila Patrón ESM a abandonar a corrida.

Apesar de desapontado, Derani destacou a performance geral. “Estou realmente chateado com os dois abandonos da equipe no final de semana”, declarou. “Foi uma corrida difícil, mas estivemos competitivos e lutamos para estar na frente. Depois de um duro classificatório, quase chegamos a liderar a corrida, então foi uma grande conquista”, lembrou o piloto de 24 anos.

“Tivemos três furos no pneu traseiro direto, o que foi muito difícil, mas nunca deixamos de lutar. O ritmo e o espírito de luta que mostramos nos dá forças para seguir em frente na próxima corrida”, completou.

O próximo desafio do brasileiro nas pistas já será neste fim de semana (dia 4), em etapa da Asian LMS em Sepang, na Malásia. Pelo IMSA WeatherTech Sportscar Championship, o piloto volta a acelerar entre os dias 14 e 17 de março nas 12 Horas de Sebring (EUA), pista onde Derani também venceu em 2016 com a Tequila Patrón ESM.