Presidente da Ferrari, Sergio Marchionne afirma: "Dói ver a Ferrari sofrendo"

Sergio Marchionne espera que a Ferrari consiga recuperar a a distância que tem para a Mercedes o quanto antes, pois ver a Ferrari não podendo brigar pelas vitórias está o afetando.

Presidente da Ferrari, Sergio Marchionne afirma: "Dói ver a Ferrari sofrendo"
(Foto: Getty Images)

O presidente da equipe mais vitoriosa da F1, Sergio Marchionne, disse que, além de não gostar dos desempenhos em 2016, está sofrendo por ver a atual situação da Ferrari, mas garante que não perdeu a fé no sucesso da equipe ainda nesta temporada. O italiano também aproveitou para pressionar a equipe para que eles consigam reduzir na velocidade da luz a vantagem que a Mercedes colocou sobre eles logo nas primeiras quatro etapas.

"Ontem foi um péssimo dia", disse Marchione, que estava nesta segunda-feira em Taurim para o lançamento do novo Fiat Tipo. "Temos que acabar com está vantagem na velocidade da luz. Estou acostumado ver a Ferrari com Michael Schumacher, assim dói na alma ver a Ferrari sofrendo"., ressaltou.

Por fim, o italiano acredita muito que a sua equipe irá se recuperar mesmo a Mercedes ter disparado no campeonato de construtores e Rosberg disparado no campeonato de pilotos. "Eu tenho confiança de que a equipe voltará a ter sucesso novamente como antes".

A Ferrari neste momento no campeonato de construtores está a 81 pontos da Mercedes (equipe de Hamilton e Rosberg) e que tudo indica, essa vantagem só tem a crescer. Na tabela do campeonato de pilotos a situação não é boa nem para Kimi Raikkonen e nem para o tricampeão Sebastian Vettel, pois o finlandês que está na terceira da tabela está à 57 pontos atrás do líder Nico Rosberg, enquanto Vettel está à 63 pontos, mesmo faltando 17 corrida , difícilmente a Ferrari conseguirá baixar essas diferença tanto no campeonato de construtores quanto no de pilotos.