Estatísticas do Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1

Neste domingo (19), a Fórmula 1 vai para a oitava corrida da temporada de 2016, o GP da Europa, em Baku, no Azerbaijão. Confira abaixo alguns números e estatísticas de toda a história do GP europeu

Estatísticas do Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1
O último GP da Europa foi em 2012, no circuito de Valência, na Espanha (Foto: Peter J. Fox/Getty Images)

Depois de uma semana, a Fórmula 1 está de volta com o Grande Prêmio da Europa, oitava etapa da temporada de 2016. Os treinos começam nesta sexta-feira (17), e a corrida será no domingo (19), às 10h, hora de Brasília.

A corrida será nas ruas de Baku, capital do Azerbaijão, novidade na história da F1. Porém, a corrida representa o GP da Europa, que já tem certa história na categoria. Confira abaixo algumas estatísticas e números da história do GP (todas retiradas do site oficial da Fórmula 1):

Fernando Alonso venceu o último GP da Europa, em 2012 (Foto: Mark Thompson/Getty Images)
Fernando Alonso venceu o último - e emocionante - GP da Europa, em 2012 (Foto: Mark Thompson/Getty Images)

- A edição de 2016 será a 23ª da história do GP da Europa. A primeira foi em 1983, no circuito de Brands Hatch, na Inglaterra, com vitória do então campeão mundial Nelson Piquet. A última foi em 2012, em Valência, na Espanha, vencida por Fernando Alonso;

- A pista de Baku será a sexta a receber o GP da Europa. Brands Hatch, Donington Park, Nürburgring, Jerez de la Frontera e Valência foram as outras cinco que já sediaram a prova;

- Entre estas pistas, Nürburgring foi a que mais realizou o GP, com doze edições (1984, 1995, 1996 e 1999 a 2007). A última, em 2007, ficou marcada pela forte chuva que provocou muitos acidentes no começo, e foi vencida por Fernando Alonso, à época da McLaren-Mercedes;

Alonso (centro), Felipe Massa (esq.) e Mark Webber (dir.) fizeram o pódio do GP da Europa em 2007 (Foto: Clive Mason/Getty Images)
Alonso (centro), Felipe Massa (esq.) e Mark Webber (dir.) fizeram o pódio do GP da Europa em 2007 (Foto: Clive Mason/Getty Images)

- Michael Schumacher é o maior vencedor do GP da Europa, com seis triunfos (1994, 1995, 2000, 2001, 2004 e 2006). Logo após vem Fernando Alonso, com três (2005, 2007 e 2012), e Rubens Barrichello e Sebastian Vettel, ambos com duas (o brasileiro venceu em 2002 e 2009; o alemão triunfou em 2010 e 2011). Além deles, outros nove pilotos venceram a prova em uma ocasião: Nelson Piquet, Alain Prost, Nigel Mansell, Ayrton Senna, Jacques Villeneuve, Mika Häkkinen, Johnny Herbert, Ralf Schumacher e Felipe Massa;

- Já entre as equipes, a Ferrari é a maior vencedora, com sete, contra quatro da McLaren. A seguir vem a Williams, com três, e Red Bull e Benetton, com duas;

- O único GP da Europa em Donington Park foi em 1993. E foi uma edição histórica: após largar em quarto e terminar a primeira curva em quinto, Ayrton Senna deu show, ultrapassou todos os seus adversários na pista molhada ainda na primeira volta e passeou, vencendo com 1min23s de vantagem para o segundo colocado, Damon Hill – o inglês foi o único que não tomou uma volta;

Ayrton Senna deu show e conseguiu uma de suas vitórias mais apoteóticas no GP da Europa de 1993 (Foto: Rainer W. Schlegelmilch/Getty Images)
Ayrton Senna deu show e conseguiu uma de suas vitórias mais apoteóticas no GP da Europa de 1993 (Foto: Rainer W. Schlegelmilch/Getty Images)

- A pior posição de largada de um vencedor na Europa foi registrada em 1999: na ocasião, em uma corrida marcada pelas idas e vindas da chuva e cheia de surpresas, Johnny Herbert largou de lá para vencer pela terceira e última vez na carreira. Foi também a única vitória da Stewart, equipe comandada pelo escocês Jackie Stewart, tricampeão do mundo;

 - O GP de 2016 deverá ver a pista de rua mais rápida da história; em Baku, os pilotos atingirão velocidades na casa dos 340 km/h, graças à grande reta após a curva 20 (a mais longa do calendário, com mais de 2km);

- A pista deverá ter 6.0km de extensão. Assim, o circuito será o segundo mais longo do calendário (perde apenas para Spa-Francorchamps, na Bélgica, com 7.0km).

A pista de rua de Baku deverá ser a mais rápida de todos os tempos (Foto: Divulgação/F1)
A pista de rua de Baku deverá ser a mais rápida de todos os tempos (Foto: Divulgação/F1)

- Será a primeira vez na história que a F1 correrá em uma cidade abaixo do nível do mar (28m, no caso de Baku). A principal cidade do Azerbaijão é a capital que possui o menor nível de altitude do planeta;

- O circuito do Azerbaijão é o primeiro em sentido anti-horário da temporada. Além dele, apenas outros dois possuem essa característica (Austin, nos EUA, e Interlagos, Brasil);

- Um dos pontos que mais chamam a atenção da pista é a sequência das curvas 7 a 12, com foco especial na curva 8, que tem apenas 7.1m de largura, e promete causar transtornos aos mais apressados que se aventurarem no muro.

A estreita curva 8 do Azerbaijão promete trazer muitas emoções (Foto: Sutton Images)
A estreita curva 8 do Azerbaijão promete trazer muitas emoções (Foto: Sutton Images)