Jenson Button admite “outras possibilidades” caso McLaren não o mantenha para 2017

Em entrevista à Sky Sports, o experiente inglês elogiou a sua escuderia, mas não descartou uma possível mudança de ares na próxima temporada, e mostrou-se feliz com os elogios feitos pela chefe da equipe Williams, cujos rumores apontam que pode ser sua nova casa

Jenson Button admite “outras possibilidades” caso McLaren não o mantenha para 2017
O campeão de 2009 já está em sua décima-sétima temporada na Fórmula 1 (Foto: Charles Coates/Getty Images)

Jenson Button é o piloto mais experiente do atual grid da Fórmula 1. O inglês de 36 anos está na categoria desde 2000, e é o terceiro com mais largadas em toda a história do certame (292, contra 306 de Michael Schumacher e 322 de Rubens Barrichello). A experiência de um piloto com ele será essencial para várias equipes em 2017, quando a F1 sofrerá bruscas mudanças de regulamento. Porém, seu futuro ainda está longe de ser definido.

Em entrevista à rede de TV inglesa Sky Sports nessa sexta-feira (24), Button falou sobre as possibilidades para a futuro. Segundo ele, existem outras opções além de sua equipe atual, a McLaren (a escuderia ainda deve decidir entre Button – que tem contrato encerrado no fim do ano – e o jovem belga Stoffel Vandoorne), e ainda não há uma ideia mais concreta sobre o que será de sua carreira. O campeão mundial de 2009 também expôs seu desejo de estar em um carro que lhe dê boas condições no ano que vem, mostrou-se feliz pelos elogios recebidos de Claire Williams, chefe da equipe Williams – vários rumores apontam uma possível ida de Button para lá.

Todos gostaríamos de alguém falando essas coisas sobre nós, então foi muito legal da parte dela (Claire Williams). Mas, não sei o que farei no próximo ano. Quero aproveitar a mim mesmo de novo, e estar em uma posição em que eu possa brigar por bons resultados, seja em um ano de reconstrução, pódios ou vitórias. É disso que preciso. A McLaren deve estar mais forte e competitiva no ano que vem, mas estou certo de que há outras possibilidades”, disse o inglês.

Button elogiou a McLaren, mas não descartou uma saída (Foto: Dan Istitene/Getty Images)
Button elogiou a McLaren, mas não descartou uma saída (Foto: Dan Istitene/Getty Images)

Button encerrou falando sobre a situação atual da McLaren. Ele diz se sentir “como uma grande parte da equipe” onde corre desde 2010, seja participando na fábrica ou no trabalho e no desenvolvimento do carro. Segundo o piloto do #22, a escuderia está indo em uma boa direção, e apesar de não ter apresentado grandes resultados como pódios e vitórias, a situação é positiva.

Sinto-me como uma grande parte da equipe. Após cada corrida eu estou na fábrica, nas reuniões, com os engenheiros e trabalhando na aerodinâmica de forma mais próxima. Sinto que estamos indo em uma boa direção, estou aproveitando. Não estamos ganhando, nem no pódio, então você tem que olhar para outras áreas que te animem. Estou bem com a nossa briga atual e aproveitando para tirar tudo do carro”, complementou.

Na temporada atual, Jenson Button é o décimo-sexto colocado, com cinco pontos, tendo como melhores resultados dois quintos lugares nos GP’s da Espanha e de Mônaco. A próxima corrida do campeonato é o Grande Prêmio da Áustria, no Red Bull Ring, em 3 de julho.