Com pane elétrica Nico Rosberg marca pole em Hockenheim

Rosberg enfrenta problema elétrico no Q3 mas volta a pista e faz a pole position. Massa largará em décimo lugar e Nasr em vigésimo primeiro.

Com pane elétrica Nico Rosberg marca pole em Hockenheim
XPB Images

Nico Rosberg conseguiu cravar a pole position mesmo sofrendo uma pane elétrica no Q3, o alemão que repetiu o feito de seu companheiro de equipe Lewis Hamilton quando correu em casa no GP da Inglaterra onde dominou todo o fim de semana, então para Rosberg a única coisa que falta mesmo é vencer a corrida diante de sua torcida o que não será muito fácil pois Hamilton mesmo ficando com o segundo lugar não ficou tão longe assim a briga pela vitória deverá sem bem emocionante.

As Red Bull ficaram com a terceira e quarta colocação mostrando que praticamente já são pelo menos em classificação a segunda força do grid, Daniel Ricciardo fez o terceiro melhor tempo ficando a 4 décimos do tempo de Rosberg enquanto seu companheiro de equipe Max Verstappen fez o quarto melhor tempo.

Em quinto e sexto lugar tivemos a dupla da Ferrari com Kimi Raikkonen levando a melhor sobre Sebastian Vettel, eles que não tem nada para comemorar já que chegam na metade da temporada sendo ameaçados e até superados pela Red Bull sendo que o objetivo no começa era serem rivais diretos da Mercedes, segundo foi que eles não andaram no mesmo segundo que a dupla da Mercedes e a dupla da Red Bull andaram assim, porém é esperado que o ritmo deles na corrida seja bem melhor do que o ritmo deste sábado.

A dupla da Force India e da Williams tiveram uma luta acirrada pelas quatro últimas posições do top, entretanto quem se saiu melhor foi Nico Hulkenberg que cravou o sétimo tempo enquanto seu companheiro de equipe Sergio Perez cravou o nono tempo, as Williams ficaram com o oitavo e décimo tempo com Valtteri Bottas e Felipe Massa.

Quem não teve vida fácil nesta classificação foram os carros da Sauber que com um carro bem limitado não puderam fazer muita coisa além do vigésimo primeiro e vigésimo segundo tempo com Felipe Nasr e Marcus Ericsson.