Retrocesso. FIA deve delimitar trechos do circuito de SPA-Francorchamps durante GP da Bélgica

Medida visa evitar que pilotos conquistem melhores tempos durante treino classificatório e prova. Pilotos são contra. Porta-voz da FIA alega que sensores são para monitoramento

Retrocesso. FIA deve delimitar trechos do circuito de SPA-Francorchamps durante GP da Bélgica
Curva Blanchimot, um dos pontos que serão monitorados. (Foto: Getty Imagens)

A FIA vai demarcar limites de pista durante o Grande Prêmio da Bélgica que será disputado neste final de semana no circuito de SPA-Francorchamps. Caso os pilotos ultrapassem estas linhas, serão punidos.

De acordo com o site motorsports.com, o comunicado oficial não foi divulgado, mas é dado como certo. Segundo fontes ligadas a FIA a medida será adotada para evitar possíveis vantagens.

A medida vai contra a decisão do grupo de estratégia da Fórmula 1, que no mês passado vetou qualquer tipo regra para delimitar os limites da pista. Para o grupo, formado por pilotos, as disputas muitas vezes acabam extrapolando a faixa de rolamento, dando mais emoção a disputa e espetáculos para os fãs.

Mesmo com as medidas eminentes, um porta-voz da FIA comentou. "Como a pista não mudou desde o ano passado, os limites de faixa serão aplicada exatamente como no passado, ou seja, julgamentos serão feitos se um piloto tiver vantagem sob seu oponente, fora dos limites da pista."

Foram instalados sensores eletrônicos nas curvas Raidillon e Blanchimont, para ajudar a monitorar. Segundo o porta-voz: "Sensores, foram instalados nestes dois pontos apenas como um ponto de referência."