Bottas domina do começo ao fim e vence GP da Áustria de Fórmula 1

O finlandês da Mercedes largou na pole e não deu chances aos adversários, com Vettel chegando em segundo e aumentando sua vantagem na liderança do campeonato para Hamilton, que cruzou em quarto; Massa é o nono

Bottas domina do começo ao fim e vence GP da Áustria de Fórmula 1
Foi a segunda vitória de Bottas na carreira e na temporada (Foto: Mark Thompson/Getty Images)

Valtteri Bottas pode dizer teve um domingo (9) para não colocar defeitos. O finlandês venceu o Grande Prêmio da Áustria, sétima etapa da temporada de 2017 da Fórmula 1, conquistando sua segunda vitória na carreira e no ano. Em uma corrida sem grandes movimentações em Spielberg, o piloto da Mercedes largou na pole-position e manteve um grande ritmo durante todo o tempo, perdendo a liderança apenas quando precisou parar para a troca de pneus.

O líder do campeonato também saiu feliz do Red Bull Ring. Sebastian Vettel manteve a posição de largada e chegou em segundo, chegando a brigar pela ponta com Bottas nas voltas finais. Com o resultado, o alemão da Ferrari chegou aos 171 pontos na tabela e abriu 20 de distância para o vice-líder, Lewis Hamilton. O inglês da Mercedes, que largou em oitavo graças a uma punição por troca de câmbio, ainda salvou uma quarta posição e quase subiu ao pódio, mas viu Vettel aumentar sua frente em mais seis pontos.

Vettel foi o segundo e aumentou sua vantagem na liderança do campeonato (Foto: Lars Baron/Getty Images)
Vettel foi o segundo e aumentou sua vantagem na liderança do campeonato (Foto: Lars Baron/Getty Images)

Entre os dois postulantes ao título chegou Daniel Ricciardo, que conseguiu um tereiro lugar e subiu ao pódio, enquanto seu companheiro de Red Bull, Max Verstappen, foi atingido em um acidente na largada e teve seu quinto abandono em sete corridas. O top-five foi completo por Kimi Räikkönen, com a segunda Ferrari. Logo atrás veio Romain Grosjean, conquistando um excelente sexto lugar com a Haas.

A dupla da Force India apareceu logo em seguida, com Sergio Pérez em sétimo e Esteban Ocon em oitavo. E a dupla da Williams, que decepcionou na classificação ao ser eliminada no Q1, se recuperou e fechou o grupo dos dez primeiros e pontuáveis com cada um ganhando oito posições: Felipe Massa chegou em nono e Lance Stroll, pontuando pela terceira corrida seguida, foi o décimo.

Hamilton recuperou parte do prejuízo da classificação, mas não conseguiu nem chegar ao pódio (Foto: Lars Baron/Getty Images)
Único do autal grid a ter vencido na Áustria até esse ano, Hamilton nem chegou ao pódio (Foto: Lars Baron/Getty Images)

A corrida

Na largada, Bottas pulou muito bem e assumiu a liderança, com Vettel mantendo a segunda posição. Enquanto isso, Daniil Kvyat acabou travando os pneus de sua Toro Rosso, passou reto na curva 1 e acertou a McLaren de Fernando Alonso, que rodou e bateu em Verstappen. O primeiro foi aos boxes para trocar a asa dianteira e voltou na última posição (foi punido com um drive-through pelo incidente na 10ª volta), enquanto os outros dois acabaram abandonando – quinto abandono em sete corridas do piloto da Red Bull. Destaque para as duas Williams, com Massa e Stroll ganhando sete posições cada e pulando para 10º e 11º, respectivamente.

A largada de Bottas foi tão boa que o finlandês chegou a ser investigado por uma possível queima de largada, mas comprovou-se que a partida foi limpa e não houve punição. Nas primeiras voltas ele e Vettel alternaram os melhores tempos da prova, com vantagem para o primeiro. Enquanto isso, precisando reverter o prejuízo da classificação, Hamilton já abria caminho, ultrapassando as Force Indias de Pérez e Ocon e a Haas de Grosjean para já figurar entre os cinco primeiros. Nesse instante, Grosjean, Pérez, Ocon, Massa e Stroll completavam os dez primeiros e pontuáveis – por várias voltas, esse grupo manteve-se completamente inalterado.

Kvyat acertou Alonso e Verstappen e seguiu na pista, enquanto os outros dois abandonaram (Foto: Divulgação/F1)
Kvyat acertou Alonso e Verstappen e seguiu na pista, enquanto os outros dois abandonaram (Foto: Divulgação/F1)

Com o passar do tempo, Hamilton, que largou com os pneus supermacios, começou a se aproximar perigosamente de Räikkönen, que calçava os ultramacios. A primeira investida do inglês foi na 22ª volta, quando ele tentou a ultrapassagem no grampo da curva 2 utilizando a asa traseira móvel (DRS), mas foi obrigado a tirar o pé para evitar um acidente e perdeu tempo, dando fôlego ao finlandês. Enquanto isso, o outro finlandês seguia na frente e voava com tranquilidade: Bottas não parava de fazer voltas mais rápidas e chegou a abrir mais de 7s de vantagem para Vettel em primeiro.

Na 30ª volta, Kevin Magnussen, que protagonizava uma das únicas disputas da prova com Lance Stroll pela 10ª posição (a outra era entre Hamilton e Räikkönen) teve problemas hidráulicos e ficou muito lento na pista, sendo forçado levar sua Haas aos boxes e abandonar a prova. Duas voltas depois, começaram as paradas dos líderes, com Hamilton trocando os supermacios pelos ultramacios. No 34º giro foi a vez de Ricciardo, que fez o caminho inverso – trocando dos ultramacios para os supermacios. O australiano foi seguido por Vettel na volta seguinte.

Assim como boa parte do grid, Ricciardo seguiu uma estratégia de uma parada (Foto: Mark Thompson/Getty Images)
Assim como boa parte do grid, Ricciardo seguiu uma estratégia de uma parada (Foto: Mark Thompson/Getty Images)

O ritmo dos dois finlandeses impressionava. Bottas conseguiu manter a vantagem na liderança de forma tranquila e só parou para trocar os ultramacios pelos supermacios na volta 42. Ele foi ultrapassado por seu compatriota Räikkönen, que foi além e fez a mesma troca apenas na volta 45. Vettel e Ricciardo seguiam sem sustos com os supermacios logo atrás, enquanto Hamilton logo começou a sofrer com bolhas em seus pneus ultramacios novos e não conseguia manter uma boa estabilidade na pista.

Bottas nem precisou esperar a parada de Räikkönen e conseguiu a ultrapassagem para retomar o primeiro lugar na 44ª volta. Foi o estopim para a parada do piloto da Ferrari, colocando os supermacios e estabilizando a classificação: Bottas ficou com a liderança, seguido por Vettel e Ricciardo, com Hamilton ultrapassando Räikkönen e conquistando o quarto lugar. Lá atrás, Stoffel Vandoorne, com a segunda McLaren, era o 12º quando foi punido com um drive-through por ignorar bandeiras azuis (Räikkönen chegou a reclamar do belga no rádio em determinado momento da prova). Na volta seguinte, quem teve problemas foi Carlos Sainz Jr, o quarto a abandonar o GP com sua Toro Rosso - um dia cheio de problemas para a escuderia italiana. No 48º giro, foi a vez de Massa parar – o brasileiro, que largou com os macios, foi o último a fazer sua troca ao colocar os ultramacios.

Massa foi o único no grid a largar com os pneus macios e chegou na zona de pontuação (Foto: Divulgação/Williams Racing)
Massa foi o único no grid a largar com os pneus macios e chegou na zona de pontuação (Foto: Divulgação/Williams Racing)

Nos giros finais, duas disputas trouxeram certa emoção para a corrida. Vettel começou a chegar em Bottas e a diferença entre eles chegou a estar em 0s3, mas o finlandês seguiu firme e manteve a liderança. Mais atrás, Hamilton encostou em Ricciardo e os dois chegaram a dividir curva na penúltima volta, mas Ricciardo continuou na terceira posição e pegou a última vaga no pódio. Fim de prova, segunda vitória da carreira de Bottas, com Vettel e Ricciardo no pódio. Hamilton e Räikkönen completaram os cinco primeiros, com Grosjean, Pérez, Ocon, Massa e Stroll fechando o top-10 com os pontuáveis.

Classificação do Grande Prêmio da Áustria de 2017 de Fórmula 1:

POS. # PILOTO PAÍS EQUIPE TEMPO PTS
77 VALTTERI BOTTAS FIN MERCEDES 1h21min48s523 25
5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI +0s658 18
3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL +6s012 15
44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES +7s340 12
7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI +20s370 10
8 ROMAIN GROSJEAN FRA HAAS +1min13s160 8
11 SERGIO PÉREZ MÉX FORCE INDIA +1 VOLTA 6
31 ESTEBAN OCON FRA FORCE INDIA +1 VOLTA 4
19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS +1 VOLTA 2
10º 18 LANCE STROLL CAN WILLIAMS +1 VOLTA 1
11º 30 JOLYON PALMER ING RENAULT +1 VOLTA -
12º 2 STOFFEL VANDOORNE BÉL MCLAREN +1 VOLTA -
13º 27 NICO HÜLKENBERG ALE RENAULT +1 VOLTA -
14º 94 PASCAL WEHRLEIN ALE SAUBER +1 VOLTA -
15º 9 MARCUS ERICSSON SUÉ SAUBER +2 VOLTAS -
16º 26 DANIIL KVYAT RÚS TORO ROSSO +3 VOLTAS -
NC 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO ABANDONOU -
NC 20 KEVIN MAGNUSSEN DIN HAAS ABANDONOU -
NC 14 FERNANDO ALONSO ESP MCLAREN ABANDONOU -
NC 33 MAX VERSTAPPEN HOL RED BULL ABANDONOU -