Bottas vence última corrida do ano em Abu Dhabi; Massa encerra carreira na F1 em 10º

Em mais uma dobradinha da Mercedes, finlandês leva prêmio, seguido por Hamilton e pelo vice-campeão Vettel

Bottas vence última corrida do ano em Abu Dhabi; Massa encerra carreira na F1 em 10º
Foi a terceira vitória de Bottas na carreira e no ano (Foto: Dan Istitene/Getty Images)

Acabou a temporada de 2017 da Fórmula 1. Neste domingo (26), o Grande Prêmio de Abu Dhabi marcou o fim do campeonato. E a corrida, que não teve grandes emoções, foi um roteiro do ano: domínio da Mercedes. O finlandês Valtteri Bottas, que largou na pole-position, venceu pela terceira vez na carreira e no ano. Ele chegou a ser ameaçado no fim pelo outro piloto da equipe alemã, o inglês Lewis Hamilton, mas o tetracampeão mundial em 2017 contentou-se com o segundo lugar.

Logo atrás veio a dupla da Ferrari, com o alemão Sebastian Vettel fechando o pódio em terceiro e garantindo matematicamente o vice-campeonato, e o finlandês Kimi Räikkönen em quarto. O holandês Max Verstappen, com a Red Bull, foi o quinto – enquanto seu companheiro, o australiano Daniel Ricciardo, sofreu mais uma vez com problemas e abandonou.

O campeão Hamilton encerrou o ano do tetra em segundo no GP (Foto: Mark Thompson/Getty Images)
O campeão Hamilton encerrou o ano do tetra em segundo no GP (Foto: Mark Thompson/Getty Images)

O alemão Nico Hülkenberg, que chegou a sofrer uma punição de 5s no começo, chegou em sexto com a Renault, seguido pela dupla da Force India (o mexicano Sergio Pérez em sétimo e o francês Esteban Ocon em oitavo). O espanhol Fernando Alonso foi o nono, em mais uma boa corrida com uma problemática McLaren. E o brasileiro Felipe Massa, que fez sua última corrida na Fórmula 1, encerrou sua carreira de 15 temporadas com o décimo lugar, fechando o grupo dos pontuáveis no deserto de Abu Dhabi.

A Fórmula 1 agora volta apenas em 2018, com a abertura do campeonato no dia 25 de março no Grande Prêmio da Austrália, em Melbourne.

Massa encerrou sua carreira na F1 neste domingo (Foto: Dan Istitene/Getty Images)
Massa encerrou sua carreira na F1 neste domingo (Foto: Dan Istitene/Getty Images)

A corrida

Na largada, as primeiras posições se mantiveram inalteradas em relação ao grid. Bottas começou com força e manteve a ponta, seguido por Hamilton e Vettel. Räikkönen chegou a tomar por alguns instantes o quarto lugar de Ricciardo, mas acabou ficando atrás do australiano na quinta posição. Verstappen era o sexto, seguido por Hülkenberg, Pérez e Ocon. Massa, que chegou a perder o 10º lugar para Alonso na primeira curva, recuperou a posição e fechava o grupo dos pontuáveis ao fim da primeira volta. Mais atrás, apenas um incidente: Kevin Magnussen rodou com sua Haas na curva 3 e caiu para último.

Logo no começo, veio a primeira punição: Hülkenberg recebeu cinco segundos adicionais em seu tempo de prova por ganhar vantagem por fora da pista em uma manobra na largada. Durante alguns giros, a única disputa forte na corrida foi entre Lance Stroll e Romain Grosjean. O canadense da Williams, claramente em evolução desde a primeira corrida do ano, passou seis voltas brigando com o francês da Haas - os dois chegaram a se tocar, mas Grosjean ficou com o 13º lugar, enquanto Stroll decidiu ir aos boxes e colocar os pneus duros. Enquanto isso, acima deles, os doze primeiros colocados seguiam nas mesmas posições em que largaram.

Stroll e Grosjean travaram a principal briga da prova (Foto: Divulgação/F1)
Stroll e Grosjean travaram a principal briga da prova (Foto: Divulgação/F1)

O primeiro do top-10 a parar foi Verstappen. O holandês da Red Bull era o sexto, trocou para os pneus supermacios na volta 15 e voltou em nono. A mesma estratégia foi seguida por Räikkönen na volta seguinte. Na frente, a dupla da Mercedes seguia imparável: Bottas fazia voltas mais rápidas e mantinha 2s5 de vantagem para Hamilton, que tinha mais de 5s de frente para Vettel.

Na volta 20, foi a vez de Ricciardo colocar os pneus supermacios, conseguindo voltar à frente de Räikkönen e Verstappen. Porém, duas voltas depois, o australiano teve um problema hidráulico e foi o primeiro a abandonar a prova (sexto abandono em 20 corridas para o piloto do #3). Na pista, Vettel trocou pelos supermacios na mesma volta, seguido por Bottas no giro seguinte. Enquanto o finlandês trocava seus pneus, seu companheiro Hamilton seguiu na pista fazendo voltas mais rápidas, mas mesmo assim manteve o primeiro lugar quando o finlandês parou na volta 25. Pouco antes, Massa fez sua parada e voltou exatamente à frente de Alonso – em uma briga que durou toda a corrida –, perdendo a posição em seguida quando o espanhol utilizou a asa traseira móvel (DRS).

Vettel garantiu o vice-campeonato com o pódio (Foto: Dan Istitene/Getty Images)
Vettel garantiu o vice-campeonato com o pódio (Foto: Dan Istitene/Getty Images)

Já com a noite no deserto de Yas Marina, Hamilton começou a tirar a diferença e se aproximar de Bottas. Volta a volta ele se aproximava cada vez mais, mas acabou errando na 30ª volta e viu a diferença voltar para 1s5. Na volta 33, Carlos Sainz Jr foi para os boxes e colocou os supermacios, mas teve um pneu de sua Renault não encaixado corretamente e foi forçado a abandonar logo em seguida. No mesmo giro, Grosjean foi o último a parar na prova, enfim calçando os compostos supermacios.

O tempo foi passando e o último GP do ano seguia sem grandes emoções. Nas últimas voltas, Hamilton começou a se aproximar novamente de Bottas. O finlandês chegou a errar e permitir uma aproximação do inglês (a vantagem caiu em determinado momento para 0s5), mas conseguiu estabelecer um ritmo levemente superior e manteve a liderança até o final.

Bottas e Hamilton brigaram pela ponta no fim (Foto: Divulgação/F1)
Bottas e Hamilton brigaram pela ponta no fim (Foto: Divulgação/F1)

Fim do GP de Abu Dhabi e da temporada de 2017, com dobradinha da Mercedes: vitória de Valtteri Bottas – terceira no ano – e segundo lugar para Lewis Hamilton. Sebastian Vettel completou o pódio, seguido por Kimi Räikkönen e por Max Verstappen. Nico Hülkenberg foi o sexto, Sergio Pérez o sétimo e Esteban Ocon o oitavo. Fernando Alonso cruzou em nono e Felipe Massa encerrou sua carreira na Fórmula 1 com um décimo lugar, sendo o último do grupo dos pontuáveis em Yas Marina.

Após a bandeira quadriculada, uma festa de “zerinhos” na pista, com Bottas, Hamilton e Massa indo comemorar seus resultados com o público e estacionando seus carros na pista ao invés do parque fechado. Pouco antes, os três pilotos do pódio voltando lado a lado para os boxes, com grande saudação dos fãs nas arquibancadas.

Massa deu “zerinhos” e comemorou com o público sua última corrida (Foto: Divulgação/F1)
Massa deu “zerinhos” e comemorou com o público em sua última corrida (Foto: Divulgação/F1)