Em duelo de gigantes, Holanda vence China na estreia do vôlei feminino

Equipe europeia consegue vitória dramática sobre o rival asiático e larga bem nos Jogos Olímpicos

Em duelo de gigantes, Holanda vence China na estreia do vôlei feminino
Foto: Divulgaçao/FIVB

Nesse sábado (06) no Maracanãzinho foi o palco da disputa entre Holanda e China na abertura do grupo B nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. E num jogo bastante disputado com equilíbrio do início ao fim e o placar foi de 3 sets a 2 com parciais de 25/23, 21/25, 18/25, 25/22 e 15 a 13 no tiebreak.

Com a vitória a Holanda chega a dois pontos e ocupa temporariamente a primeira colocação na chave B, deixando o time chinês com um ponto e assim esperando o término da rodada para saber em que posição terminará. Já no próximo desafio a Holanda encara os Estados Unidos na segunda (08) às 15h. Enquanto as chinesas voltam a quadra contra a Itália no mesmo dia às 09h30.

Na primeira parcial a tônica foi a de troca de pontos entre as equipes, o que gerou vários momentos de iguldade no placar, com a maior diferença entre os times sendo estabelecida em três pontos mas rapidamente caindo por terra, na reta final prevaleceu a eficiência europeia que fechou o placar em 25 a 23.

No segundo set a China veio forte no saque, dificultando o passe da equipe laranja que com isso e por consequência perdeu o ritmo e a potência no ataque, no primeiro tempo técnico já estava 8 a 4 China, na segunda parada a vantagem foi dobrada e estava em 16 a 8 para o time asiático, que apesar do crescimento holandês no fim, fechou o set em 25 a 21.

No terceiro set, as chinesas já tinham mais problemas para quebrar o passe do time europeu porém a sua força no ataque e na defesa foram fundamentais para mesmo diante de um cenário equilibrado quando ocorreu o tempo técnico e o placar marcava 16 a 11, a equipe capitalizou e administrou bem a vantagem conseguida e fechou a parcial em 25 a 18.

A quarta parcial se assemelhou muito a primeira com várias igualdades e trocas de dianteira no placar geral e mais uma vez prevaleceu o maior poder de decisão do time de laranja que marcou quatro dos últimos seis pontos e empatou a partida em dois sets fechando em 25 a 22.

No tie-break ocorreu novamente a proximidade que mais fez bem ao time holandês até a metade da parcial, até que a China abriu 10 a 7 e parecia próxima do triunfo mas primeiro o bloqueio e depois o ataque recolocaram a Holanda no jogo e assim venceram por 15 a 13 e fecharam o jogo em 3 a 2.