Paralimpíada terá atleta sírio e iraniano na delegação independente

Esportistas refugiados serão integrantes da equipe de Atletas Paralímpicos Independentes

Paralimpíada terá atleta sírio e iraniano na delegação independente
Ibrahim Al-Hussein é sírio e competirá na modalidade natação (Foto: Achilleas Zavallis/UNHCR)

Faltam poucos dias para o início dos Jogos Paralímpicos 2016 e o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) anunciou, na última sexta-feira (26), que contará com uma delegação dos Atletas Paralímpicos Independentes, que compete com a bandeira do IPC. Os esportistas são o sírio Ibrahim Al-Hussein, da natação, e o iraniano Shahrad Nasajpour, do atletismo. Eles são os primeiros refugiados a participar do evento, assim como aconteceu na Olimpíada.

Mais uma vitória para os atletas refugiados foi anunciada durante a última semana. Lutando para fugir da gerra em seus países, o nadador sírio Ibrahim Al-Hussein e o corredor iraniano Shahrad Nasajpour terão a oportunidade de competir sob outra bandeira. O Comitê Paralímpico Internacional anunciou que, assim como foi feito nos Jogos Olímpicos, terá apoio da Agência ONU para Refugiados e dois os atletas terão vez na Paralimpíada.

Al-Hussein e Nasajpour vão contar com uma equipe com um chefe de missão, gerente e técnico, além de serem os primeiros a entrarem na Cerimônia de Abertura no dia 7 de setembro.

Estes atletas irão ajudar a aumentar o conhecimento sobre a situação que milhares de refugiados e expatriados passam, precisando tomar decisões difíceis, mesmo com suas deficiências. Eles vão valorizar a causa da inclusão social e vão contribuir com a disseminação dos valores Paralímpicos de coragem, determinação, inspiração e igualdade por todo o mundo”, disse Tony Sainsbury, chefe de missão da equipe.