Acústicos & Valvulados em turnê dos 25 anos de estrada com o melhor do rock gaúcho

Sul brasileiro recebe apresentações da banda porto-alegrense Acústicos & Valvulados, que mantém levada e energia através de músicas de sucesso ao longo da carreira

Acústicos & Valvulados em turnê dos 25 anos de estrada com o melhor do rock gaúcho
Foto: Divulgação / Acústicos & Valvulados

Acústicos & Valvulados é uma banda com a cara do rock do Rio Grande do Sul. Nas linhas do chamado paralelo 30 de Porto Alegre, encontra-se a frequência necessária para sintonizar com o som desses gaúchos. A formação de duas décadas e meia de carreira vem se mantendo com Rafael Malenotti (vocalista), Alexandre Móica (guitarra), Diego Lopes (baixo e teclado), Paulo James (bateria), Luciano Leães (teclado) e Daniel Mossmann (guitarra e baixo). A tour de 25 anos da Acústicos está em andamento pelo Sul brasileiro. Vale a pena conferir pela pegada garantida, que traz consigo a mesma energia dos tempos iniciais da banda, em canções transformadas em verdadeiros clássicos pelo reconhecimento do público.

Ainda na década de 1990, os músicos porto-alegrenses se conheceram para formar seus primeiros trabalhos, que vieram em inglês. Um passo importante foi o acompanhamento com o conhecido DJ Thunderbird, que escoou as produções locais para o centro do país através da MTV. O período da virada do século foi essencial para Acústicos & Valvulados, com a assinatura com a gravadora Antídoto e o lançamento dos álbuns homônimos à banda, em 1999 e 2001, de onde provém os principais hits neses 25 anos de estrada.

Divulgação / Acústicos & Valvulados

A levada da Acústicos é rock 'n' roll, é hard rock e combina apresentações mais alternativas. As principais letras retratam um mundo de convivências e relacionamentos confusos ou incertos, de carências e tentativas de suprir, que bem se juntam à energia, às vibrações e loucuras das noites.

"Esse remédio jamais vai curar / Esse remédio eu conheço é aspirina / Isso só faz com que a cabeça descanse em paz / Enquanto a confusão contamina", aponta o refrão de Remédio, uma das mais conhecidas. Há também o ritmo mais alucinante e hard rock das consagradas O Dia D É Hoje e Suspenso no Espaço.

Facilmente se consegue imaginar o desenvolvimento do jovem gaúcho sedento por um chimarrão, um punhado de bergamotas ou mesmo de um chopp em um barzinho ao som de Fim de Tarde com Você, uma das canções mais aguardadas pelos públicos nos shows. Dessa forma, após tantos anos de estrada, a Acústicos envolve diferentes gerações, seja com os que acompanham o pioneirismo da banda ou que pegaram carona pelas turnês que marcam presença pelo Sul do país.

Nos trabalhos da última década, em 2007 a banda lançou o DVD - "Acústicos, ao vivo e a cores", que traz a faixa homônima com o refrão: "deixo transparente o que não quero lembrar", na poesia adjunta do rock gaúcho. De forma independente, outros três lançamentos mais recentes fizeram os fãs matarem um pouco da saudade: o Grande Presença (2010) e o Meio Doido e Vagabundo - O Fino do Rock Mendigo (2014). Rock mendigo que, aliás, é uma das denominações intituladas pela própria banda. É a combinação de simplicidade no jeito de levar as turnês, atendendo fãs, cavando lugar em palcos de lugares apertados e com poucas regalias em relação ao que o rock 'n' roll poderia sugerir. Houve ainda a coletânea Diamantes Verdadeiros, com os principais sucessos da banda.

Acústicos & Valvulados voltou em evidência com a participação da canção O Truque Já Aconteceu como trilha musical de abertura do programa Truque de Humor, apresentado por Gabriel Louchard, no canal por assinatura Multishow.

Antes do início dessa passagem com a tour dos 25 anos, 2017 reservou um momento especial para o vocalista Rafael Malenotti. Ele abriu o show de James Taylor e Elton John no anfiteatro Beira-Rio, no mês de abril em Porto Alegre. Malenotti contou que, apesar do show maior, o público de tantas famílias e pessoas de diferentes idades tratou-o super bem na ocasião.

Nenhuma banda se sustentaria somente por carisma e energia, mas elas estão devidamente postadas nas apresentações. Isto mostra que "pode ser o início da minha cura" (canção: A Minha Cura) e a de quem sente sede por rock. Quem quer beber rock 'n' roll e sentir guitarras, reviver clássicos e (re)aprender o valor gaúcho nesse cenário musical.

Após cruzar o estado com apresentações em Pelotas, Erechim e Passo Fundo no final de semana, a agenda segue pelo mês de julho. A programação completa pode ser encontrada no site da banda.

Divulgação / Instagram @rafaelmalenotti

 


Share on Facebook