Especial #CarnaVAVEL: Ó, Terezinha! O que esperar da Grande Rio com Chacrinha?

José Abelardo Barbosa já foi muito homenageado no carnaval, mas o que será que a Grande Rio nos reserva para o carnaval 2018?

Especial #CarnaVAVEL: Ó, Terezinha! O que esperar da Grande Rio com Chacrinha?
Foto: Hugo Alves / VAVEL Brasil

Óh Terezinha!  A Marques de Sapucaí vai receber o verdadeiro Cassino do Chacrinha. Com a presença das mais belas chacretes, dos jurados e do apresentador José Abelardo Barbosa de Medeiros, o Chacrinha, a Grande Rio se prepara para fazer a festa. Conhecido por seus programas na televisão e na Rádio, Abelardo Barbosa fez grande sucesso nos anos 1950 e 1980 com seus programas de auditório. Com seus shows de calouros, a visão de programa de auditório mudou pra sempre.

Mas será que em 2018 a história de um dos maiores comunicadores do Brasil vai dar samba? Como já dizia o Velho Guerreiro “Quem não comunica, se trumbica”.

Durante seus animados programas, Chacrinha tinha concursos pra escolher a melhor marchinha de carnaval, e no ano de 1987 foi homenageado pela escola Império Serrano, que apresentou o enredo “Com a boca no mundo – Quem não comunica, se trumbica”. Abelardo deu o ar de sua graça na apresentação da escola e a Império terminou em terceiro lugar.

Chacrinha também foi homenageado durante o desfile da Mancha Verde em 2017. A escola paulista homenageou os grandes personagens que levam o nome de Zé/José, dentre eles o mestre, que se chamava José Abelardo.

Já em 2007, a Imperatriz Leopoldinense também homenageou Chacrinha. Com o enredo “Teresinhaaa, uhuhuuu!!!! Vocês querem bacalhau?". A pergunta utilizada no nome do enredo, se deu pois durante os programas, o apresentador arremessava bacalhau para a plateia que ficava desesperada para pegar o peixe. A escola de Ramos terminou o Carnaval em nona colocação.

Comissão de Frente da Imperatriz Leopoldinense, em 2007, homenageando Chacrinha (Foto: Reprodução)
Comissão de Frente da Imperatriz Leopoldinense, em 2007, homenageando Chacrinha (Foto: Reprodução)

Em 2018, data em que se celebraria 101 anos de José Abelardo, a Grande Rio vem pra contar mais uma vez a história do Velho Guerreiro e tentar o título para a escola e para o grande comunicador.

No ano de 2017, a escola de Caxias homenageou a baiana Ivete Sangalo e levantou a avenida de ponta a ponta. Com a presença da homenageada na comissão de frente e depois no último carro, a escola sacudiu a Sapucaí, deixou o samba na cabeça de todos e terminou o carnaval em quinto lugar.

Muitos não acreditavam no enredo da escola, críticas surgiram antes, durante e após o desfile, mas a escola surpreendeu, os holofotes focaram em Ivete e o refrão “A Grande Rio vem dar um banho de axé, salve! Toda essa gente de fé, o tambor da invocada promete, levanta poeira Ivete” se eternizou, será que o refrão “Oh Terezinha! Oh Terezinha, vai começar mais um cassino do chacrinha! Oh Terezinha! Oh Terezinha, a grande rio é o cassino do Chacrinha” também ficará na boca do povo e se eternizará na história da Grande Rio?