Incêndio atinge galpão de fantasias da Acadêmicos do Tucuruvi em São Paulo

A escola será a terceira da noite de sexta-feira a se apresentar no carnaval no Anhembi

Incêndio atinge galpão de fantasias da Acadêmicos do Tucuruvi em São Paulo
Foto: Divulgação/Acadêmicos do Tucuruvi

Na manhã desta quinta-feira (4), um incêndio atingiu o galpão da escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi. No lugar acontecia praticamente a confecção de quase todas as fantasias da escola.

Os bombeiros foram acionados ainda de madrugada e por volta das 6h20 da manhã já haviam conseguido controlar o fogo que atingiu os dois andares do prédio localizado na Vila Mazzei, Zona Norte de São Paulo. Não houve feridos. Segundo a escola, 75% das fantasias são confeccionadas no local, incluindo as da ala das baianas, que teve todo o conteúdo destruído.

O enredo da Tucuruvi será sobre os Museus e a escola terá que correr contra o tempo para recuperar todo o material perdido e realizar um bom desfile de carnaval. A agremiação é a terceira a se apresentar na sexta-feira, primeiro dia de desfile.

Pelo ocorrido, outras escolas de samba, demonstraram todo o apoio e solidariedade a Tucuruvi. A Tom Maior se pronunciou por meio do perfil oficial da Presidente Luciana Silva no facebook “A Tom Maior oferece total solidariedade e apoio a coirmã Acadêmicos do Tucuruvi. Força comunidade, não temos dúvidas que irão superar essa tragédia” escreveu Luciana.

A Rosas de Ouro também publicou “A Sociedade Rosas de Ouro se solidariza com a coirmã Acadêmicos do Tucuruvi pelo incêndio ocorrido em seu ateliê de fantasias no dia de hoje. Estamos torcendo para que tudo possa ser preparado a tempo de a escola realizar mais um lindo desfile. #ForçaZaca”

Quem também se pronunciou foi a Pérola Negra “A G.R.E.S Pérola Negra se solidariza com a coirmã Acadêmicos do Tucuruvi pelo incêndio em seu ateliê de fantasias. Força Tucuruvi!” publicaram.

Além das escolas paulistas, escolas cariocas também demonstraram apoio a Tucuruvi.

Por meio do instagram, Regina Celi, Presidente do Salgueiro escreveu "O samba une e não tem fronteiras! A família Salgueirense está a disposição do presidente Zaca e toda a nação. Vocês vão superar esse infortúnio e em breve estarão impecáveis no Anhembi" 

Segundo o carnavalesco da escola Flávio Campello "O fogo destruiu todo o nosso projeto de carnaval, agora é começar do zero"

As únicas fantasias que a escola possui prontas agora, são a de mestre sala e porta bandeira, e comissão de frente, já que a produção dessas era feita na fábrica do samba, e não no galpão.

As causas do incêndio serão avaliadas após perícia no prédio.