Nadal atropela Murray e se garante pela nona vez na final de Roland Garros

O número 1 do mundo Rafael Nadal garantiu nesta sexta-feira (6) sua 20ª participação em finais de Grand Slams, a nona só em Roland Garros. O espanhol venceu com tranquilidade o britânico Andy Murray com parciais de 6/3, 6/2 e 6/1 em 1h40 de partida. Nadal irá duelar na final contra o número dois do mundo Novak Djokovic, jogo que acontecerá neste domingo (8).

O espanhol não vinha fazendo atuações de alto nível e seu saque preocupava, porém na semifinal o número 1 do mundo pareceu ter deixado as más atuações de lado e foi absoluto em todos os momentos da partida. O adversário, Andy Murray, jogou abaixo do esperado mas em todos os momentos que seu tênis evoluia, Nadal estava lá para segurar o britânico, atual número 8 do mundo.

Os dois primeiros sets foram marcados pela agressividade de Nadal que logo quebrou o serviço de Murray e administrou a vantagem nas primeiras parciais. O tenista britânico tentou ser agressivo contra o número 1 do mundo mas sem eficiência, terminou a partida sem nenhuma possibilidade de quebra no saque de Nadal. Após os dois primeiros sets, o número 8 do mundo não conseguiu segurar o tenista espanhol que quebrou três vezes o serviço de Murray e se garantiu mais uma vez na final em Paris.

Em sua nona final no saibro parisiense, Nadal tenta buscar o feito inédito de cinco conquistas seguidas no segundo Grand Slam da temporada. Curiosamente, todos os outros torneios de Grand Slam possuem cinco vencedores em sequência, menos Roland Garros. Para atingir este recorde, o espanhol precisa vencer o sérvio número 2 do mundo, Novak Djokovic no próximo domingo (8). Além do título, o vencedor do torneio garantirá o primeiro lugar no ranking da ATP.

VAVEL Logo