Em jogo disputado, Novak Djokovic vence Roger Federer e é campeão de Wimbledon

Na manhã deste domingo (6), o sérvio Novak Djokovic faturou seu sétimo título em Grand Slams e o segundo na grama sagrada de Wimbledon. Para levantar o troféu, o número 1 do mundo precisou venceu em um grande jogo o suíço que já foi sete vezes campeão no All England Club, Roger Federer. Parciais de  6/7 (7-9), 6/4, 7/6 (7-4), 5/7 e 6/4.

O primeiro set do jogo mostrou o equilíbro que a partida seria, os dois tenistas sacaram muito bem e não cederam chances de break-point em seus serviços. A igualdade prevaleceu até o tie break, onde houve mudança na liderança do set em todos os momentos. Federer abriu 4-2 diante de Djokovic que logo conseguiu reverter o placar para 5-4. O tenista suíço conseguiu salvar dois set-points do sérvio e conseguiu virar o placar e fechar a primeira parcial em 9-7.

No início do segundo set Djokovic precisou solicitar a ajuda médica após sentir um desconforto no pé esquerdo, que logo foi recuperado. Com um jogo muito sólido no fundo de quadra, o tenista sérvio conseguiu quebrar o serviço de Federer logo no terceiro game da segunda parcial e manteve a vantagem até o fim do segundo set, cedendo apenas uma chance de devolução da quebra de serviço ao rival, que não aproveitou e viu Djokovic empatar a partida.

A regularidade do primeiro set seguiu da mesma forma na terceira parcial, onde os tenistas encaixavam seus saques e deram poucas chances ao adversário alcançar um possível break point. A igualdade se manteve até o 6/6 e mais um tie break seria disputado na partida, desta vez a favor de Djokovic, que sacou muito bem e jogou nos erros de Federer que após dois erros não-forçados em seu serviço viu o número 1 do mundo confirmar o set com 7-4 no tie break.

O quarto set foi marcado por viradas e Djokovic desperdiçou até um match-point antes de ver Federer empatar novamente a final em Londres. No quarto game do set, Djokovic conseguiu quebrar o serviço de Federer após 4 tentativas, mas viu o suíço devolver a vantagem já no game seguinte. No momento crucial do set e da partida, Djokovic conseguiu uma quebra de vantagem e sacou para o título, onde viu Federer ser agressivo e devolver a quebra de saque, impedindo o fim da partida. Logo após empatar a parcial, Djokovic não resistiu ao alto nível que Federer estava jogando e levou mais uma quebra de serviço, vendo o suíço empatar a partida após vencer em 7/5 o quarto set.

No set decisivo, o tenista sérvio precisou novamente de atendimento médico, agora com  uma possível lesão na perna direita. Logo depois do atendimento, Djokovic teve de salvar break-points mas com bons saques conseguiu confirmar seus serviços. Já Federer precisou jogar muito bem para salvar um break-point que faria Djokovic ficar a um game do título. No seu game de saque seguinte, Federer não fez um bom game e com erros não-forçados cedeu o saque para Djokovic, que triunfou pela segunda vez em Wimbledon.

Com o título, Djokovic atinge novamente a liderança do ranking da ATP e soma seu sétimo troféu de Grand Slam na carreira. O sérvio disse após a partida que esta foi a melhor final que já disputou e está muito feliz com o tênis que jogou nestes 15 dias em Wimbledon. 

VAVEL Logo