Com título do Masters 1000 de Paris, Marcelo Melo encerrará 2015 como número um do mundo
Foto: ATP/ Divulgação

Neste domingo (08), o brasileiro número um do mundo, Marcelo Melo, jogando ao lado do habitual parceiro, o croata Ivan Dodig, venceu a parceria formada pelo norte americano Jack Sock e o canadense Vasek Pospisil por dois sets a um, com parciais de 2/6 6/3 e 10/5, em 1 hora e 5 minutos de jogo. Com a vitória, o número um do mundo sagrou-se campeão do Masters 1000 de Paris, o último torneio da série Masters 1000 da temporada de 2015.

Com o título, o mineiro de 32 anos somou 1000 pontos no ranking de duplas da ATP. Agora, Melo tem 8590 pontos e ocupa a primeira colocação no ranking mundial. O segundo colocado é o norte americano Bob Bryan com 6420 pontos, seguido de Mike Bryan com a mesma pontuação. O segundo brasileiro melhor colocado no ranking é Bruno Soares, na 22ª posição, com 3180 pontos. Em seguida vem André Sá, o número 42 do mundo, com 1700 pontos.

Este foi o sexto título do tenista mineiro de 32 anos na temporada. Além de vencer o Grand Slam de Roland Garros, na França, e o ATP 500 de Acapulco, no México, ao lado de Ivan Dodig da Croácia, ele ganhou o ATP 500 de Tóquio, no Japão, e o Masters 1000 de Shangai, na China, jogando com o sul africano Raven Klaasen. No mês passado, o tenista brasileiro ainda levantou a taça do ATP 500 de Viena, na Áustria, jogando ao lado o polonês Lukaksz Kubot.

Nas redes sociais, Melo publicou uma mensagem agradecendo aos fãs: 

"Número 1 do mundo! Eu que sempre acreditei no sonho de ser tenista profissional, posso dizer que a ficha ainda não caiu. 

Desde pequeno sempre sonhei em ser profissional, corri atrás dos meus objetivos, cheguei a passar fax por vários dias em busca de patrocínios, fazendo de tudo para realizar meu sonho. Tenho que agradecer todos que me ajudaram, porque seria impossível chegar lá sozinho. 

Pelo caminho tiveram pessoas que sempre tentaram me ajudar, umas mais outras menos. O que dizer dos meus pais ? Eles que sacrificaram as próprias vidas fazendo de tudo para eu seguir o sonho de ser tenista, não só para mim, mas para os meus irmãos também, um sacrifício que somente eles sabem o que é ter três filhos tenistas em casa. Sebastião Bomfim, uma pessoa que eu não tenho palavras para agradecer o que ele fez por mim, com certeza eu não estaria onde estou sem ele, toda minha família é eternamente grata pelo o que ele fez e faz por mim. O Daniel, vocês já devem imaginar o tanto que eu devo a ele, que muitas vezes deixa a família em BH para ir junto comigo em busca do sonho, ele que acreditou desde o primeiro dia que treinamos, isso há 8 anos atrás. O Ernane como irmão mais velho sempre me fazendo acreditar que eu seria capaz. Meus amigos que ficam horas acompanhando os jogos por pontos, algumas vezes pegam um avião para assistir um torneio ou até mesmo uma final, como aconteceu em Roland Garros.Muito obrigado ao Chris que sempre faz de tudo para me deixar com o melhor físico possível, aos fisioterapeutas (Daniel, Paulo e Tatá)que me consertam deixando novo em folha. Logicamente agradecer ao meu parceiro Ivan Dodig que me ajudou e muito para chegar lá. Agradeço mais uma vez a todos os torcedores que hoje se alegram em dizer que ‪#‎somostodosgirafa‬ , sempre ajudando a levar o nome do Brasil para o mundo. 

Muito obrigado a Centauro que está comigo faz 8 anos, CBT, Correios e ao COB. 

Deixo um recado para os que estão no mesmo caminho, nunca desista do sonho de ser tenista, tente até o fim. No meu caminho apareceram pessoas dizendo que eu não seria capaz, que não tinha capacidade, que eu era muito ruim, que não tinha futuro no tênis, que nunca daria certo trabalhar com irmão, etc. Eu nunca acreditei neles, por isso estou onde estou, acredite no seu sonho e vá enfrente. 

Não poderia ser diferente, escrevo este texto de dentro do avião indo para mais um torneio em busca de continuar vivendo o sonho de um pequeno gigante tenista. Valeu demais, vamo que vamo !! 

#somostodosgirafa ‪#‎nosconseguimos‬ ‪#‎1domundo‬ "

O próximo e último torneio da temporada será o ATP World Tour Finals, que reúne as oito melhores duplas da temporada, entre elas, o brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig.

Você acompanha o melhor do tênis mundial na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo