Rafael Nadal supera Stan Wawrinka e começa ATP Finals com vitória

Nesta segunda-feira (16), o espanhol Rafael Nadal venceu Stan Wawrinka da Suíça por dois sets a zero, com parciais de 6/3 e 6/2, em 1 hora e 22 minutos de jogo. Com a vitória, o tenista da Espanha divide a liderança do Grupo B do ATP World Tour Finals de 2015, ao lado do escocês Andy Murray, que mais cedo ganhou do espanhol David Ferrer por dois sets a zero, com parciais de 6/4 e 6/4.

Na próxima rodada, os líderes do Grupo B - Murray e Nadal - se enfrentam em busca da classificação antecipada para a segunda fase. Já o suíço Stan Wawrinka e David Ferrer duelam pela sobrevivência na competição, visto que com duas derrotas em três jogos, eles estariam praticamente eliminados.

O torneio ocorre entre os dias 15 e 23 de novembro de 2015 na Arena O2 na capital inglesa, Londres. A competição reúne os oito melhore tenistas da temporada do ranking de simples e duplas. Novak Djokovic, Andy Murray, Roger Federer, Stan Wawrinka, Tomas Berdych, David Ferrer e Kei Nishikori na chave de simples. Já na chave de duplas está o número um do mundo, Marcelo Melo do Brasil, que joga ao lado do croata Ivan Dodig.

No ano de 2015, por conta dos resultados ruins, Nadal caiu muitas posições no ranking da ATP, sendo inclusive ameaçado a deixar o top 10. Porém no segundo semestre, Rafa vem dando sinais de reação: em outubro foi finalista do ATP 500 de Pequim, na China, onde acabou perdendo na decisão para o número um do mundo, Novak Djokovic, por dois sets a zero por duplo 6/2. 

Em seguida, chegou à final do ATP 500 da Basiléia, na Suíça, mas acabou perdendo para o tenista da casa - Roger Federer - por dois sets a um, com parciais de 6/3 5/7 e 6/3. Na campanha, Nadal venceu Lukas Rosol, Grigor Dimitrov, Marin Cilic e Richard Gasquet.

Com esse retrospecto, o espanhol Rafael Nadal chega para a disputa do ATP World Tour Finals de 2015.

O atual campeão é Novak Djokovic, que no ano passado, após derrotar o japonês Kei Nishikori na semifinal por dois sets a um, com parciais de 6/1 3/6 e 6/0, não teve de entrar em quadra na final, visto que seu adversário - Roger Federer - desistiu da partida por conta de uma lesão.

Você acompanha o melhor do tênis mundial na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo