Thiago Monteiro luta, mas perde para revelação norueguesa e está fora do Rio Open 2017
(Foto: Fotojump)

Terminou a mágica campanha de Thiago Monteiro no Rio Open 2017. Após eliminar o português Gastão Elias e seu compatriota Thomaz Bellucci na chave principal, o número 2 do Brasil não páreo para a revelação norueguesa Casper Ruud, de 18 anos, que disputa seu primeiro torneio como profissional na carreira. O talento da juventude prevaleceu na vitória por 2 sets a 0 (6/3, 7/6), em 1h23, que lhe rendeu uma vaga nas semifinais do torneio.

Com o triunfo, Casper Ruud consegue classificação inédita à semifinal do Rio Open - sendo esta sua melhor campanha na história do torneio. Para a próxima rodada, expectativa de "pedreira": terá pela frente o espanhol Pablo Carreno Busta (#24), que contou com a desistência de Alexandr Dolgopolov (#50) no terceiro set para avançar.

Único representante do Brasil na chave de simples, Thiago Monteiro viveu uma semana espetacular no Aberto do Rio. Na estreia, suou contra o português Gastão Elias, mas conseguiu a virada para se classificar com 2 sets a 1. Já nas oitavas, duelo emocionante contra seu amigo e companheiro de treinos Thomaz Bellucci, onde prevaleceu sua regularidade e condicionamento físico para vencer o duelo nacional pelo mesmo placar e avançar às quartas.

Com apenas 18 anos, Casper Ruud disputa seu primeiro torneio profissional da carreira. Agenciado pela IMM, empresa que organiza o Rio Open, recebeu convite para a chave principal após impressionar com suas exibições. O tenista subiu mais de 900 posições em 2016, tendo dois títulos de Futures, um de Challenger e chegando a avançar três rodadas no qualy do Australian Open 2017.

Outro ponto importante do confronto foi que Monteiro já alcançou sua melhor campanha na história do Rio Open, podendo ainda chegar às semifinais. Em 2016, foi convidado pela organização e chocou a todos após eliminar o francês ex-Top 10 J-W. Tsonga na primeira rodada. Nas oitavas, caiu diante do uruguaio Pablo Cuevas, que viria a ser o campeão do torneio, por 2 sets a 0 (7/6(5), 6/3).

(Foto: Fotojump)
(Foto: Fotojump)

Como foi o jogo?

Thiago Monteiro ganhou o sorteio e escolheu sacar, mas a sorte de início não se refletiu na partida. Uma passada errada e smash na rede mostrava que algo não estava certo. Casper Ruud se defendia bem, era eficiente nos contra-ataques e conseguiu a primeira quebra em um game que durou nome minutos. No segundo serviço de Monteiro, outra quebra, dessa vez após uma dupla-falta. O brasileiro só confirmou seu primeiro serviço no quinto game, quando o placar estava em 1/4 para seu adversário. Com o set na mão, bastava confirmar seu serviços e fechar o placar em 6/2, com apenas 33 minutos de partida.

No segundo set, Casper Ruud permaneceu sólido no fundo de quadra, mas Thiago Monteiro entrou acordado para o retorno. O norueguês sacava bem e confirmava seus serviços. O brasileiro tinha mais dificuldades, porém era melhor nos pontos chaves dos games. Thiago Monteiro igualou a partida quando melhorou no saque, já Ruud se postava dois passos atrás da linha de base para segurar as pancadas adversárias. O jogo foi igual até o tie-break, quando mais uma vez brilhou a estrela do norueguês. Placar de 7-2 e vitória em sets direitos.

(Foto: Fotojump)
(Foto: Fotojump)

 

VAVEL Logo