Bruno Soares e Jamie Murray caem nas semifinais e dão adeus ao Rio Open 2017
(Foto: Fotojump)

Bruno Soares vive uma sina no Rio Open. Nas três edições que participou, amargou eliminações na fase semifinal do torneio. Em 2017, dessa vez ao lado do britânico Jamie Murray e formando a dupla que encerrou a última temporada na primeira colocação do ranking da ATP, tinha a chance de mudar a história. Não deu. Enfrentando o uruguaio Pablo Cuevas e o espanhol Carreno Busta, foram derrotados por 2 sets a 1 (6/4, 3/6, 10-12), em 1h22, nesta sexta-feira (24) e deram adeus ao evento.

+ TEMPO REAL: cobertura interativa VAVEL do Rio Open 2017

As duplas nunca haviam se enfrentado em competições oficiais. Para chegar até aqui Soares e Murray enfrentaram um duelo nacional contra Marcelo Demoliner. Válida pela abertura da chave, terminou com vitória da número 1 do mundo por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/2. Já nas quartas, passaram por um belo susto. Os xodós precisaram ir ao match tie-break para superar os argentinos Diego Schwartzman e Andrés Molteni por 2 sets a 1 (6/3, 5/7, 11/9). 

Pablo Cuevas e Carreno Busta são exímios jogadores de simples, mas também carregam bons resultados nas duplas. O uruguaio inclusive já conquistou Grand Slam, quando foi campeão de Roland Garros em 2015. Já a revelação espanhola vive seu melhor momento na carreira e carrega a final do próprio Rio Open, na edição 2016, no currículo.

O mineiro Bruno Soares e o britânico Jamie, irmão mais velho de Andy Murray, atual número 1 do mundo de simples, começaram sua parceria de maneira meteórica em 2016. Tidos como grandes estrelas do evento, A dupla venceu os dois primeiros torneios que disputou, o ATP de Sydney e o Australian Open. Eles mantiveram a consistência durante o ano, com finais nos Masters 1000 de Monte Carlo e de Toronto e o título de mais um Grand Slam, o US Open. 

(Foto: Fotojump)
(Foto: Fotojump)

Bicampeões como adversários na final

Sebástian Cabal e Robert Farah serão os adversários de Cuevas e Carreno Busta na grande final de duplas do Rio Open 2017. Os colombianos venceram o chileno Julio Peralta e o argentino Horácio Zeballos por 2 sets a 1 (7/6, 6/7, 10-6), em 2h16 de partida. Eles são bicampeões do torneio e participam pela terceira vez na final.

Cabeças de chave número 4, Cabal e Farah seguem sua saga em busca do tricampeonato. Em 2014, derrotaram o brasileiro Marcelo Melo, que jogou ao lado do espanhol David Ferrero, por 2 sets a 0. Em 2016, o mesmo Ferrero foi algoz, mas dessa vez ao lado de seu compatriota Pablo Carreno Busta, derrotados pelo mesmo placar.

(Foto: Fotojump)
(Foto: Fotojump)
VAVEL Logo