Sacando muito, Kyrgios despacha veterano Ferrer e encara Dimitrov na decisão de Cincinnati

Na noite deste sábado (19), o Masters 1000 de Cincinnati conheceu o seu segundo finalista. Após Grigor Dimitrov se garantir na decisão, ao despachar o tenista da casa John Isner em duplo 7/6, foi a vez de Nick Kyrgios e David Ferrer entrarem em quadra em busca da outra vaga na grande final.

Ferrer chegou à semifinal após um duplo 6/3 contra o cabeça de chave número 3, Dominic Thiem. Para o veterano espanhol, o embate contra o austríaco foi sua melhor atuação em toda a temporada de 2017. Kyrgios, por sua vez, derrubou nas quartas de final o principal favorito ao título em Cincinnati: Rafael Nadal. A vitória ante ao multi-campeão encheu de moral o jovem australiano.

Em quadra, o "duelo de gerações" foi bastante acirrado, mas a juventude acabou prevalecendo ante a experiência. Sacando muito, Nick Kyrgios bateu David Ferrer por 2 sets a 0, parciais 7/6(3) 7/6(4), em 2h05 de jogo. 

A final entre Grigor Dimitrov e Nick Kyrgios será realizada neste domingo (20), às 17h.

Resumo do jogo

Saque fez a diferença para Nick Kyrgios (Foto: Rob Carr/Getty Images)

Com estilos de jogo bem diferentes, Kyrgios e Ferrer iniciaram a partida bem fiéis às suas principais características. Sacando bem como de costume, o australiano não foi incomodado em seus primeiros games de serviço. Do outro lado da quadra, Ferrer respondia com muita intensidade e também não sofreu em seus serviços.

Com 3/3 na parcial e pouquíssimos pontos perdidos pelos sacadores, veio o primeiro game mais disputado. No saque, Ferrer teve de encarar dois deuces, mas lidou bem com a pressão e não precisou enfrentar break points. Ambos seguiram trocando games até o 6/6, e a decisão foi para o tiebreak. Logo cedo, Kyrgios conseguiu dois minibreaks, abrindo 4-1 e ficando confortável no set. O australiano pressionou, sacou muito bem e fechou 7/6(3), em 55 minutos.

No segundo set, o equilíbrio seguiu. Sacando no 2/2, Nick encontrou dificuldade pela primeira vez na partida, mas confirmou. No game seguinte, o australiano chegou a ter 30-0, mas viu Ferrer se impor, fechar as portas e confirmar o 3/3. Com um belíssimo ponto após pequeno rally, Nick conseguiu um hold crucial no nono game da partida, abrindo 5/4. 

Sacando para continuar vivo na semifinal, Ferrer encarou match point contra, mas viu seu adversário desperdiçar a oportunidade com um erro de devolução. Depois de algumas igualdades, o espanhol confirmou e igualou tudo novamente: 5/5. Sem quebras nos games seguintes, o jogo caminhou para mais um tiebreak. E a história do primeiro set se repetiu: novo 7/6(4) para o australiano.

Estatísticas da partida:

  • Aces: 14 x 1
  • Winners: 36 x 29
  • Erros não-forçados: 30 x 22

 

VAVEL Logo