Bruno Soares perde para franceses e é vice-campeão do Masters 1000 de Cincinnati

Neste domingo (20), foram disputadas as finais das chaves de simples e de duplas do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos. Dupla cabeça de chave número três - composta pelo brasileiro Bruno Soares e o escocês Jamie Murray - acabou derrotada na final pelos franceses Nicolas Mahut e Pierre Hugues Herbert por dois sets a zero, com parciais de 7/6 e 6/4, depois de uma hora e 37 minutos.

Este foi o sexto título de torneios da série Masters 1000 conquistado pela parceria da França, que levantaram o troféu de Indian Wells, Miami e Monte Carlo em 2016. Além de Roma e Montreal - na semana passada, contra o indiano Rohan Boppana e o croata Ivan Dodig - nesta temporada.

Com as duas conquistas de torneios de Masters 1000 seguidas, Mahut e Herbert se fortalecem para a disputa do quarto e último Grand Slam do ano, o US Open. Em Nova Iorque, os franceses foram campeões em 2015, depois de derrotar o australiano John Peers e o escocês Jamie Murray na decisão.

Confira o resumo do jogo:

O primeiro set inteiro seguiu sem quebras, marca do equilíbrio entre as duas duplas. O único break point que ocorreu foi no sexto game, quando Nicolas e Pierre Hugues sacavam em 2/3. Desse modo, a decisão foi para o tiebreak: nele, não houve minibreaks até o sétimo game, quando a parceria brasileira e escocesa teve chance de abrir vantagem, mas não soube aproveitá-la. Assim, o empata se manteve até o 7/6, quando os franceses conquistaram uma quebra para fechar em 8/6.

A dupla do Brasil e da Escócia tentou reagir logo no primeiro game. Entretanto, não conseguiu confirmar nenhum dos três break points que teve. A partir daí, o equilíbrio foi mantido até o décimo game, quando Bruno e Jamie sentiram a pressão e cederam a vantagem para os adversário, que fecharam a partida com 6/4.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo