Dimitrov domina Kyrgios e conquista o Masters 1000 de Cincinnati

Neste domingo (20), foram disputadas as finais das chaves de simples e de duplas do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos. No jogo mais aguardado do dia, o búlgaro Grigor Dimitrov derrotou o australiano Nick Kyrgios na decisão de simples por dois sets a zero, com parciais de 6/3 e 7/5, depois de uma hora e 26 minutos em quadra.

Este foi o 13º título na carreira do tenista da Bulgária, sendo seu primeiro de grande porte: da série Masters 1000. Anteriormente, o natural de Haskovo havia levantado o troféu do ATP 500 de Acapulco, no México, em 2014 e mais cinco ATPs 250: em Estocolmo, em Bucareste, em Queen's, em Brisbane e em casa, Sofia.

Com os 640 pontos conquistados nesta semana, Grigor sobe duas posições no ranking mundial e será o nono do mundo na próxima segunda-feira (21), com 3710 pontos. Seu melhor resultado foi o de número oito em agosto de 2014.

Durante todo o jogo foi notável o domínio de Dimitrov sobre seu adversário. Muito sólido, o búlgaro concedeu poucas chances para Kyrgios quando sacava, devido ao seu alto índice de primeiro serviço em quadra. Já o tenista da Austrália sofria para manter o empate no placar e, nos momentos decisivos, cedeu à pressão, dando os dois breaks necessários para a vitória de seu adversário.

Soares perde nas duplas

Na chave de duplas, a parceria cabeça de chave número três - composta pelo brasileiro Bruno Soares e o escocês Jamie Murray - acabou derrotada na final pelos franceses Nicolas Mahut Pierre Hugues Herbert por dois sets a zero, com parciais de 7/6 e 6/4, depois de uma hora e 37 minutos.

LEIA MAIS: Bruno Soares perde para franceses e é vice-campeão do Masters 1000 de Cincinnati

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo